Opiniões

IFF — Novo diretor do campus Campos lança Luiz Augusto para reitor

Agora há pouco, no Folha no Ar, o diretor eleito do campus Campos-Centro do IFF, Jefferson Azevedo e o jornalista e blogueiro Aluysio Abreu Barbosa (foto de Silésio Corrêa)
Agora há pouco, no Folha no Ar, o diretor eleito do campus Campos-Centro do IFF, Jefferson Azevedo e o jornalista e blogueiro Aluysio Abreu Barbosa (foto de Silésio Corrêa)

Junto com o também jornalista e blogueiro Rodrigo Gonçalves, acabei de entrevistar o professor Jefferson Manhães de Azevedo, no Folha no Ar, com transmissão ao vivo pela Plena TV, Rádio Continental, Folha Online e TV Litoral. Eleito diretor do campus Campos-Centro do Instituto Federal Fluminense (IFF, antigo Cefet), com 53,67% dos votos , ele lançou seu candidato a reitor nas eleições de outubro de 2011: Luiz Augusto Caldas, ex-diretor geral do Cefet por dois mandatos consecutivos (de 2000 a 2008) e atualmente diretor de Relações Políticas e Institucionais do ministério da Educação (MEC). Caldas antecedeu e apoiou Cibele Daher, que deve concorrer à permanência no cargo, após ser eleita diretora geral e feita reitora a partir da lei federal 11.892, de 29 de dezembro de 2008, que tranformou todos os Cefet’s do país em IF’s.

Embora tenha ressalvado que sua opção era pessoal, demandando ainda a discussão com seu grupo e com o próprio Luiz Augusto, a bagagem por este acumulada, tanto em suas duas gestões à frente do Cefet-Campos, quanto agora em Brasília, foi classificada por Jefferson como perfil ideal para estar à frente do IFF. Independente de quem é ou venha a ser o reitor, o novo diretor do campus Centro-Centro é favorável à reivindicação da Federação dos Estudantes de Campos (FEC) e do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Tecnológica (Sinasefe): transferir a reitoria do campus, instalando-a em sede própria, mudança para a qual o MEC já tem disponibilizados R$ 2 milhões.

— O campus Campos-Centro precisa de autonomia e vai lutar por ela. Com a reitoria funcionando ali, os próprios alunos e servidores ficam em dúvida quanto a quem recorrer: ao diretor ou ao reitor? É até uma questão de referencial. Além disso, a reitoria ocupa espaços que antes eram utilizados como salas de aula. A prioridade do campus tem que ser os alunos. E a tarefa da reitoria é determinar as políticas macro do IFF, fazendo a sinergia entre os vários campi — enfatizou Jefferson.

Este post tem 8 comentários

  1. É isso mesmo Jefferson, Luiz Augusto é o cara, tem bagagem ideal para a função de reitor. Quanto a sede própria para reitoria tem que ser o mais rápido possível caso contrário pode inclusive haver represária atrapalhando sua gestão. É nobre Jefferson faça todo mundo SABER que você sabe FAZER, que não fique ninguem sem SABER. Boa Sorte. Leandoc in Sain’t Rose.

  2. Parabéns Jefferso, tanto pela eleição quanto pela atitude. Os IFF’s precisam de gestores de estejam prontos a buscarem o melhor para a instituição e o Luiz Augusto é referência e já mostrou o quão competente é.

  3. Como estudante de Engenharia, fui aluno de Jefferon no semestre passado e em pouco tempo percebi, através de suas ideias e propostas, que ele seria a melhor escolha para dirigir nosso campus Campos. Jefferson demonstrou ser ousado em seus projetos e torço muito para que tudo dê certo, pois também irei usufruir de todos estes benefícios. Cabe dizer que, além de tudo, Jefferson mostrou sua satisfação e reconhecimento pelo apoio ontem pela manhã, um dia depois do resultado da eleição, aos vários alunos que encontrou, inclusive a mim.

  4. Professor Jefferson, gerir uma instituição como o IFF Campos não é tarefa fácil e estás partindo pelo caminho correto, o da humildade, gestão compartilhada e buscando o melhor. Será necessário ouvir, porém algumas vezes deverás deixar de ouvir para seguir em frente.
    Boa sorte!
    sds
    Elton – ex-aluno

  5. Aluysio Abreu, parabéns por dar destaque a um assunto tão importante para nossa região.

  6. Parabéns Jeferson e sucesso nessa sua nova empreitada!!!!

    Luiz Eduardo Pozitivo.

  7. Caro “Indignado” (das 13h15 de 01/04/10),

    Embore concorde em gênero, número e grau com os motivos de sua indignação em relação ao grupo que ora detém o poder no IFF, sobretudo na aparente falta de limites éticos para mantê-lo, são estes mesmos limites que impedem qualquer blog hospedado na Folha de publicar comentários anônimos. Se quiser repetir seu comentário, ou fazer qualquer outro, sobre este ou qualquer outro post, peço que use, por favor, seu nome verdadeiro.

    Abraço e grato pela colaboração!

    Aluysio

  8. Caro Elton,

    Grato pela parabenização dada à nossa cobertura sobre a conturbada vida política do IFF, tanto no blog quanto na Folha, que furou um entranho bloqueio, por motivos às vezes inconfessáveis, que o assunto tem entre os demais veículos de mídia eletrônica e impressa de Campos.

    Abraço e grato pela colaboração!

    Aluysio

Deixe uma resposta para Elton Amaral Cancelar resposta

Fechar Menu