Campos dos Goytacazes,  21/10/2017

 

por Aluysio Abreu Barbosa

Sai da frente! (II)

Ilsan, Bacellar e a duplicação de Rosinha

Os leitores do blog e da Folha Online não estão sozinhos nos questionamentos à municipalização da BR 101, anunciada na quarta-feira pela prefeita Rosinha, para bancar com R$ 109 milhões a duplicação do trecho entre Ururaí e a av. Alberto Torres, com quadruplicação da estrada do Contorno. O vereador Marcos Bacellar (PT do B) julgou → : Leia mais

Jogo de cartas marcadas com dinheiro público na BR 101 privatizada?

Ao anunciar o adiantamento da duplicação da BR 101, a pedido de Cabral, nem o bem informado Ancelmo Gois foi capaz de prever que o único adiamento no trecho seria bancado, quatro meses depois, pela generosidade de Rosinha

O que deveria ser causa de alegria, a duplicação da BR 101 pelo governo Rosinha, → : Leia mais

A saga de Chucky

Quem criou o personagem foi o próprio vereador Marcos Bacellar (PT do B), quando disse, em 23 de março do ano passado, que seu colega Nelson Nahim (PR), quando criança, deveria ter medo por dormir ao lado de Chucky. De lá para cá, foram sete charges do José Renato com variações sobre o tema, até → : Leia mais

Opiniões sobre Câmara e governo — Qual é a sua?

Tanto neste blog (aqui) e no do Alexandre Bastos (aqui), tratando da renúncia do vereador Jorge Magal (PMDB) à liderança de Rosinha (PMDB) na Câmara, bem como já havia acontecido antes, no “Ponto de Vista” (aqui), do Christiano Abreu Barbosa, sobre o azedume da relação entre o vereador Papinha (PP) e o ex-governador Garotinho (PR), → : Leia mais

Sai da frente!

Quem foi o agressor verbal que levou Magal a renunciar???

Quem foi a pessoa que, na noite de ontem, numa reunião com a cúpula do governo Rosinha, disse ao até então líder da situação na Câmara, vereador Jorge Magal (PMDB): “Se a bancada da situação continuar a fazer joguinho, nós vamos atropelar vocês!”? Hoje, depois de anunciar sua renúncia à liderança de Rosinha, na sessão → : Leia mais

A conquista do Pólo Sul no feriadão

Enquanto dava um beiço neste espaço virtual, dediquei o feriadão da semana passada a uma mídia antiga, que exige uma intersecção de sentidos infelizmente cada vez mais na contramão dos dias de hoje, na qual a visão faz comunhão com tato e olfato: o livro. Li, em quatro dias, num fôlego interrompido só → : Leia mais

Duelo de peso

Vem com o titio