Opiniões

Capas de ontem para o dia de hoje

Capa do livro da ANJ, com as melhores capas do jornalismo brasileiro
Capa do livro da ANJ, com as melhores capas do jornalismo brasileiro

Enquanto a eleição presidencial não se define, aproveito a expectativa que ainda possa existir, diante da provável vitória de Dilma, para cumprir uma promessa que fiz ao também jornalista e blogueiro Rodrigo Gonçalves, na edição de sexta do Folha no Ar. Entrevistado junto com o editor de Arte da Folha, Eliabe de Souza, o Cássio Júnior, e a editora-executiva do jornal, Suzy Monteiro, sobre a capa da Folha escolhida entre as melhores da história do jornalismo brasileiro, pela Associação Nacional de Jornai (ANJ)s, aceitei a sugestão de Rodrigo para publicar, aqui no blog, algumas outras primeiras páginas de jornais brasileiros igualmente selecionadas.

Começo, pois, com duas capas que julgo providencialíssimas ao dia de hoje. A primeira, de O Diário do Norte do Paraná, de 1º e 2 de janeiro últimos, elencava as grandes decisões que o ano traria, entre elas: Dilma ou Serra?

Já a segunda, de O Estado de São Paulo, quando o jornal ainda se chamava A Província de São Paulo, nome de acordo com as divisões do país nos tempos do Império, é de 16 de novembro de 1889, dia seguinte à proclamação da República. Além da sua importância histórica e da clara mensagem republicana (adjetivo com o qual os petistas, pelo menos no discurso, gostam de classificar as ações federais), a capa impressiona pela ousadia gráfica, mesmo 121 anos depois.

Enquanto não começa a apuração, vamos a elas…

Capa de O Diário do Norte do Paraná de 1º e 2 de janeiro de 2010
Capa de O Diário do Norte do Paraná de 1º e 2 de janeiro de 2010

Capa de O Estado de São Paulo de 16/11/1889
Capa de O Estado de São Paulo de 16/11/1889

Deixe uma resposta

Fechar Menu