Opiniões

Repercussão sem crédito alheio ou próprio

Apurada por este jornalista e blogueiro e noticiada aqui, em primeira mão, a notícia da elegebilidade do ex-prefeito Arnaldo Vianna (PDT), pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), repercutiu de formas distintas na blogosfera local…

Com crédito devido à fonte original e ainda com acréscimo de informação, relativa à liberação de Arnaldo também pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a notícia foi postada aqui

Já sem acrescer absolutamente nada, mas com o agravante de ainda desinformar quanto à fonte original da notícia, um desavergonhado adepto do Ctrl+C/Crtl+V sonegou o crédito alheio (e próprio) aqui

Este post tem 2 comentários

  1. E não é que aquele meu conhecido primo, o Anônimo da Silva, resolveu dar as caras pelos outros quintais, justamente em comentário a uma das notas que lá se costuma chupar, sem necessariamente se assumir, falando da elegebilidade de Arnaldo. Coincidentemente, assim como quem não quer nada, ele aproveitou a deixa puramente casual para ainda propor, com toda a espontaneidade do mundo, uma “dobradinha”:

    “Arnaldo Vianna – Prefeito
    Fernando Leite – Vice-prefeito”

    E no final, depois da desinteressada e sincera sugestão, ainda apostou:

    “Vai ser pulha de 10”

    Bem, meu estimado primo, embora fera em portugês, sempre foi fraco de matemática. Foi por isso que acertou em cheio no adjetivo, mas errou por muito o numeral. É que, nesse remotíssimo caso, seria pulha de 20!!!

  2. concordo que é pulha, mas para quem nunca gostou de trabalhar, quer cargo melhor que de vice-prefeito ?? rs

Deixe uma resposta

Fechar Menu