Opiniões

Ilsan: “O TCE só recomenda, não julga ninguém!”

Também incluída na lista que o presidente do TCE, Jonas Lopes de Carvalho Júnior, encaminhou ontem ao TCE, pela prestação de contas da fundação Trianon, em 20o1, a vereadora Ilsan Vianna (PDT), repondeu às acusações:

— O TCE não é órgão competente para julgar minhas contas, nem as de ninguém. Isso não atrapalha, em nada, a candidatura de Arnaldo para prefeito, nem a minha para vereadora. O TCE apenas recomenda, não julga. Esses são processos são antigos, que já caducaram de qualquer possibilidade de consequência eleitoral, e estão sendo respondidos no lugar de direito, que é a Justiça.

Arnaldo e a lista do TCE: “Eu já fui liberado pela Justiça! E Rosinha?”

Sobre a encaminhamento, ontem, de uma lista de políticos fluminenses com contas reprovadas ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Estado do Rio, Jonas Lopes de Carvalho Júnior, indicado ao órgão pelo hoje deputado federal Anthony Garotinho (PR), quando este era governador, o principal atingido, o ex-prefeito e ex-deputado federal Arnado Vianna (PDT), revelou hoje ao blogueiro a sua reação:

— Muito estranho que isso saia só agora, uma semana depois do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ter me liberado, por 5 votos a 1, para concorrer para prefeito de Campos em outubro. Mais estranho ainda que isso só tenha sido divulgado hoje pelo jornal do Garotinho, sem ouvir nenhum dos citados, sem oferecer o direito do contraditório, princípio básico do bom jornalismo. Mas só posso acreditar que seja porque Garotinho, através de pesquisas, sabe que o governo Rosinha não está tão bem avaliado quanto eles dizem, que a minha presença no pleito pode complicar, e muito, quem quer vender à população de Campos a imagem do já ganhou. Aí, eles vem com isso, para desestabilizar os opositores, pois além de mim, vários outros estão nessa lista. Querem desanimar a população, os eleitores e a militância, que enxerga claramente a necessidade de mudar o que aí está. Isso não é nenhuma novidade, eles já fizeram isso nas eleições passadas. É a velha tática de Garotinho e seu grupo, que na incapacidade de debater propostas para Campos, querem desacreditar, a ferro e fogo, todos que apresentarem alternativas de mudança. Eu não vou fazer nenhuma análise do julgamento dos conselheiros, até porque o que eles fizeram foi apenas encaminhar um relatório, que não tem poder de tornar ninguém inelegível. Quem pode ou não fazer isso é o TRE, onde eu e meu advogados estamos tranquilos, numa situação bem diferente de Rosinha, que tem uma condenação para ser julgada naquele Tribunal, assim como uma outra, também aguardando julgamento no TSE. Eu já fui julgado e liberado. E ela? Será que o fato de estarem tão preocupados comigo e com a oposição não significa que já estão contando que Rosinha não poderá concorrer?

Fechar Menu