Opiniões

Sérgio, Makhoul e Schunk protestam contra partilha dos royalties e sua má aplicação

Além de José Geraldo (PRP), o blog repercutiu a aprovação da partilha royalties, no Congresso Nacional, com os também ex-candidatos a prefeito Makhoul Moussallem (PT) e Erik Schunk (Psol), além do ex-prefeito Sérgio Mendes (PPS). Abaixo o que cada um deles disse sobre o assunto, que ainda passará pelo julgamento final do Supremo Tribunal Federal (STF):

Sérgio Mendes, Makhoul Moussallem e Erik Schunk (montagem de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)
Sérgio Mendes, Makhoul Moussallem e Erik Schunk (montagem de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

Sérgio — O que aconteceu agora no Congresso não foi nenhuma novidade. Eu trabalhei de 1993 a 96, com média de royalties/mês de R$ 200 mil, chegando a R$ 280 mil só nos meses finais da minha administração. Em todo meu mandato, o orçamento total município, incluindo royalties e arrecadação própria, foi R$ 300 milhões em quatro anos, quase nada se comparado aos quase R$ 59 milhões que o governo Rosinha recebeu por apenas um mês, no último repasse dos royalties, relativo à produção de dezembro. Embora ilegal e oportunista, a decisão agora pela partilha, seja revertida ou não no Supremo, deveria servir para uma profunda reflexão, para se repensar em tantos gastos supérfluos do município, numa verdadeira farra de contratações terceirizadas, acomodando-se com os recursos bilionários dos royalties, deixando de se pensar em como aumentar a receita própria.

Makhoul — Na verdade, tudo indicava que a decisão do Congresso iria ser mesmo essa. Não adianta agora fazer barulho por aqui, fechando rodovias e complicando ainda mais a situação de uma população que já vive a expectativa de perder os recursos dos royalties. É legítimo o protesto, mas por que não fazê-lo onde surtirá efeito prático, em Brasília, diante do Supremo, ao qual caberá a decisão final, ou então fechando rodovias no Nordeste, cujos parlamentares se uniram, sob a direção de Renan Calheiros (PMDB/AL), para roubar nosso dinheiro na mão grande, passando por cima da Constituição? Por que protestar não protestar na casa do ladrão, no lugar fazê-lo na casa de quem foi roubado? Será que têm peito para isso? De qualquer maneira, caberia ter se aplicado melhor esses recursos do petróleo, que todos sabiam e sabem ser finitos, mas não foi o caso nem da atual administração municipal de Campos, nem das anteriores.

Schunk — Essa decisão é ilegal. O STF não tem como não revertê-la. Nós queremos os royalties, e vamos lutar por eles, mas queremos e lutaremos também pela transparência na aplicação dos seus recursos no município de Campos. Por que depositar esse dinheiro na conta única da Prefeitura, sem destinação específica, sem nenhum acompanhamento da sociedade civil, como é feito hoje? Os royalties deveriam ser depositados numa conta em separado, com total transparência, para serem aplicados apenas em ação de desenvolvimento auto-sustentado. Mas o que vemos hoje, nesse governo? É o desperdício desse dinheiro, usado acintosamente na contratação não de servidores, mas de cabos eleitorais, como todos os que foram arrebanhados agora para serem usados como massa de manobra nesses protestos, da mesma maneira que ocorre aqui em todas as eleições, impunemente, mantendo esse círculo vicioso que foi um dos principais motivos alegados por quem agora quer rasgar a Constituição e nos roubar.

Atualização às 18h11 de 10/03/13 para corrigir informação a partir do alerta feito em comentário por Sérgio Mendes.

Este post tem 11 comentários

  1. Será que garotinho vai concorre a governado do Rio? os royalties vão acabar!!!R$ kkkkkkkkk

  2. rsr, eu gostei muito. tem que dividir mesmo, agente nunca ve esse dinheiro. acabou a farra, kkk

  3. NÃO SEI PORQUE MELEMBREI DOS “TRES PATETAS”…

  4. inoportunos, infantis e incapazes!!!! AFE…

  5. Bom dia Aluysio!
    Só a título de correção, os R$ 300.000.000 milhões arrecadados nos quatro anos que governamos (1993-1996), correspondem ao montante de recursos que entrou nos cofres do município durante este período. Isto inclui royalties, ICMs, FPM, IPTU,ITBI,ISS, etc…
    Um abraço.

  6. quem sao essas tres (trecho excluído pela moderação) perdedores, (trecho excluído pela moderação)….. o povo de campos sabe quem é muito bem esses sujeitos….

  7. Levante essa bandeira FORA RENAM

  8. Gosto e sou amigo do ex Prefeito Sergio Mendes, conheço mas nao tenho nenhum vinculo com o Dr Makhoul Moussallem(PT) e Dr Erik Schunk(Psol), mas agora falar da que a Prefeita Rosinha Garotinho gasta muito com supérfulos, farra de contrataçoes de terceirizados e que tambem é um governo sem transparencia, voces devem estar falando dos Governos Arnaldo Vianna e Mocaiber, isso até me parece dor de cotovelo, mas como respeito essas 3(tres) personalidades vou encerrar meu comentário.

  9. o que esses pessoas que criticam o governo rosinha e ainda diz que royaltis são mal aplicados?
    O QUE ELES FIZERAM PARA AJUDAR A CIDADE?
    OLHA CAMPOS ANTES , OLHA CAMPOS HJ POR FAVOR TENHA DÓ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! DEIXA A MULHER TRABALHAR!!!!!!!!!!

  10. Só uma criança imaginaria que fechando uma rodovia importante como a BR101,impedindo pessoas de cumprirem seus compromissos previamente agendados ,obteria bons resultados.Pirraça é coisa menininhos.!

Deixe uma resposta

Fechar Menu