Opiniões

IFF Guarus faz protesto e programa fechar BR 101 para pedir segurança

Daqui a pouco, às 10h30, alunos, professores e servidores do campus Campos-Guarus do Instituto Federal Fluminense (IFF) fazem uma manifestação às margens da BR 101, com previsão de interdição da principal rodovia do país, no trecho ao lado do 56º Batalhão de Infantaria (BI) do Exército, para protestar contra a falta de segurança nas imediações, onde estudantes têm sido seguidamente assaltados, apesar dos reiterados pedidos da direção da unidade de ensino ao 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Campos, solicitando mais policiamento na área. Quem também estará presente ao ato de protesto será o vereador Marcão (PT), que além de advogado é contador concursado do IFF. Só na última semana, foram registrados dois assaltos na saída da escola, na sexta, dia 21, e ontem (25/02).

Abaixo, o texto enviado pela jornalista Juliana Lima, assessora de gabinete e de imprensa da diretora do campus Guarus do IFF, Christiane Rodrigues:

 

IFF Guarus

 

Alunos e servidores do campus Campos-Guarus do Instituto Federal Fluminense têm sido vítimas, constantemente, de assaltantes na saída da escola, principalmente no turno da noite. A Direção Geral do campus já solicitou dezenas de vezes apoio da Polícia Militar, que alega falta de contingente e de viaturas para não atenderem o pedido de reforço na segurança diariamente.

Somente essa semana duas alunas foram vítimas de assalto à mão armada, assim que deixaram as dependências da escola. Os assaltos ocorreram na sexta-feira, dia 21 e ontem, dia 25, dias em que não havia a presença dos policiais militares. Em conversa com os alunos, a diretora geral do campus, Christiane Rodrigues, apresentou as dezenas de documentos enviados para o 8º BPM e disse que sua maior preocupação é com a vida desses alunos. “Não podemos ser reféns dessa violência, os alunos estão em iminência de trancarem seus cursos com medo de serem as próximas vítimas”, disse Christiane.

Deixe uma resposta

Fechar Menu