Campos dos Goytacazes,  21/10/2017

 

por Aluysio Abreu Barbosa

Nisso…

Dinheiro público

Lentidão

Escolha

O alvo

O filme queimado de Garotinho

“Mas é engraçado que (…) tenta jogar todos os governadores e prefeitos no mesmo saco, porque todos estão enfrentando crises. Ora, uma coisa é a crise econômica do país e a queda do preço do petróleo, que afetou os royalties. Porém, no (…) a pior crise é a do governo pelo caos nas contas públicas, → : Leia mais

Violão, fogueira e poesia no luau em homenagem a Neivaldo no Pontal

Cerca de 30 pessoas se confraternizaram ontem no Pontal de Atafona, após o pôr do sol, no Bar do Júnior, no luau organizado em homenagem a Neivaldo Paes Soares, o “Bambu”, de 56 anos, desaparecido desde 21 de junho na foz do rio Paraíba do Sul. Violão, poesia e muitas, muitas histórias ouvidas e contadas → : Leia mais

Artigo do domingo — Campos tem solução sem os Garotinhos

 

 

 

Economistas e analistas políticos Wilson Diniz e Ranulfo Vidigal

Por Wilson Diniz e Ranulfo Vidigal

 

Surge na Espanha, nova proposta de uma esquerda consciente que ao chegar ao poder aplica políticas que atendem às demandas da sociedade em uma nova ordem mundial de queda da atividade econômica, sem gerar → : Leia mais

Pezão: “Quando chegar a hora, todos saberão quem terá o meu apoio”

Evasivas. Em um adjetivo podem ser definidas as respostas do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) às perguntas encaminhadas e respondidas por e-mail, tratando da atuação política do chefe estadual do Executivo na definição deste poder, em outubro do próximo ano, nos 92 municípios fluminenses, mais especificamente em Campos e Macaé. Econômico nas palavras, Pezão caminhou → : Leia mais

Poema do domingo — E nos embriagamos de mistérios

Segundo Freud (1856 /1939), um homem é sempre seu pai. Ou porque o confirma, ou porque o nega. Nessa desconstrução da figura paterna pelo pai da psicanálise, questionando o status quo através da arte, o jornalista Martinho Santafé, campista radicado há anos em Macaé, tem baseado a poesia que produz há mais de 50 anos. → : Leia mais