Opiniões

Pudim vê e ouve Pezão: “Se você tem um sonho, tem que ir à rua trabalhar”

Pudim e Pezão, hoje á tarde, no Palácio Guanabara (divulgação)
Pudim e Pezão, hoje á tarde, no Palácio Guanabara (divulgação)

“Lá atrás, quando ninguém acreditava em mim, eu trabalhei e fui para a rua. Se você tem um sonho, tem que ir à rua trabalhar”. Genérico, mas letra para quem sabe ler o pingo, esse foi o único conselho político do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), em audiência na tarde desta terça no Palácio Guanabara, para o novo deputado estadual do seu partido: Geraldo Pudim (PMDB).

Também pré-candidato a prefeito de Campos, Pudim garante, no entanto, que o encontro não foi para tratar da eleição de 2016. Como deputado da região, ele pleiteou ao governador o reparo no trecho de 7 quilômetros da RJ 178, que liga Dores de Macabu a Quissamã. Além disso, relator de um projeto de R$ 600 milhões já aprovado para recuperação do rio Muriaé, afluente do Paraíba do Sul, emperrado por uma disputa de jurisdição entre os Ministérios Públicos Estadual e Federal, Pudim também solicitou a intervenção do governo fluminense:

— Em relação ao trecho da RJ 178, o governador ligou pessoalmente para o Angelo (Monteiro Pinto) presidente do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), com quem terei outra audiência, ainda esta semana, para tratar do assunto, lógico que respeitando também as limitações orçamentárias do Estado. Quanto ao projeto já aprovado para recuperação das encostas do rio Muriaé e reflorestamento das suas matas ciliares, vou marcar uma reunião com o André Corrêa (PSD), secretário de Meio Ambiente, para tentar resolver essa questão que afeta diretamente municípios como Italva, Itaperuna, Cardoso Moreira, Laje de Muriaé e Santo Antônio de Pádua.

Além do conselho ouvido de Pezão, Pudim ressaltou não ter tratado de política porque o próprio governador esteve presente no último dia 24, na sede do PMDB, quando o deputado estadual se filiou ao partido e se lançou oficialmente pré-candidato a prefeito de Campos:

— Respeito quem já estava caminhando antes com Pezão e também quer se lançar à Prefeitura de Campos. É um direito legítimo. Mas hoje fui até o governador na condição deputado, levar pleitos importantes para região que represento, não para falar de eleição. Ainda é muito cedo para isso. Essas coisas terão seu tempo certo.

 

Este post tem 5 comentários

  1. Que fim de carreira para Pudim heim…

  2. O Partido Social Democrata Cristão – PSDC de Campos dos Goytacazes, reunirá em breve, o Diretório Municipal Partido para discutir assuntos diversos da politica local, inclusive sobre o lançamento da pré-candidatura do Deputado João Peixoto ao cargo de prefeito municipal de nossa cidade, já que seu nome, tem aparecido muito bem nas pesquísas de intenções de votos.
    Vamos apenas aguardar a data que o Presidente do PSDC Edson Faes de Araújo vai agendar, para que o Diretório Municipal do Partido possa se reunir para discutirmos sobre a participação do partido no pleito de 2016, com a presença do Presidente Regional do Partido Dep. João Peixoto e de outras lideranças do partido no plano regional.

    Alberto Coutinho
    Secretario Geral da Executiva Municipal do Psdc de Campos dos Goytacazes e Membro do Diretório do Partido.

  3. O pré-candidato a prefeito de Campos de oposição, vai ter que suar a camisa e gastar muita sola de sapato andando pelos quatro cantos do município para convencer o eleitorado Campista.

    Além de ter que apresentar um bom leque de partidos em seu redor, construir um boa estrutura de campanha e por final, ele tem que estar liderando às pesquisas de intenções de voto entre os candidatos de oposição para ser o escolhido.

    Só depois que os postulantes ao cargo de prefeito municipal, fizerem o seu dever de casa, é que o Palácio Guanabara vai analisar se entra ou não com apoio político no primeiro ou no segundo turno das eleições de 2016.

    Creio que se o Psdc de Campos colocar uma candidatura propria a prefeito, o escolhido pelo partido poderá chegar ao segundo turno e disputar em pé de igualdade com o candidato do governo, e se sir vitorioso.

    Caso isso não aconteça, sairemos da mesmice eleitoral e iremos eleger no mínimo de 3 a 4 vereadores, além de obter uma grande vitória política eleitoral, caso o nosso candidato chegue em 3º lugar no primeiro turno. Sabemos que temos que trabalhar muito prá conquistarmos essa posição eleitoral na cidade.

    Alberto Coutinho
    Secretario Geral da Executiva Municipal do Psdc de Campos dos Goytacazes e Membro do Diretório do Partido.

  4. É ISSO AIII PEZÃO colocou Pudim no seu Prato a gora é ´so vitória né menino revoltado olha acabou pra vc o eu vou Desenha para vc ta menininho sem juízo ,############# (trecho excluído pela moderação)

  5. o povo de campos não digeri pudim!não o separa de garotinho; SÓ FICA COM A REJEIÇÃO E VOTO PRÓPRIO NÃO TEM! NA MINHA OPINIÃO SE VIER PASSA VERGONHA; FAZ IGUAL FEIJÓ QUE NÃO TEVE 4 MIL VOTOS PRA PREFEITO!

Deixe uma resposta

Fechar Menu