Campos dos Goytacazes,  20/11/2017

 

por Aluysio Abreu Barbosa

Garotinho negociou “venda do futuro” pelo voto de Clarissa no impeachment?

Após ter declarado publicamente aqui, em seu perfil do Facebook, sua posição favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), a deputada federal Clarissa Garotinho (PR) usou sua gravidez para entrar com um pedido de licença de 120 dias. Assim, ela não só não participa da votação do impeachment do próximo domingo (17/04), como impede que seu suplente do DEM assuma e vote em seu lugar, o que faria se a licença fosse de 121 dias ou mais.

 

Declaração virtual de Clarissa em apoio ao impeachment de Dilma, com direito a bandeira do Brasil sobre o ombro, não resistiu à realidade (reprodução de Facebook)

Declaração virtual de Clarissa em apoio ao impeachment de Dilma, com direito a bandeira do Brasil sobre o ombro, não resistiu à realidade (reprodução de Facebook)

 

Segundo revelou aqui em seu blog o Ricardo Noblat, que chamou Clarissa de “Clarisse”, ela teria dado entrada ao pedido logo após seu pai, o secretário de Governo de Campos, Anthony Garotinho (PR) conversar no Palácio do Planalto. Por sua vez, a coluna “Expresso”, da revista Época, publicou aqui que Garotinho teria se encontrado no Palácio do Planalto com o ministro da secretaria de Governo, Ricardo Berzoini (PT), no último dia 13 — notícia que o jornalista Alexandre Bastos foi o primeiro a divulgar (aqui) na blogosfera goitacá.

 

Encontro de Garotinho teria sido no Palácio do Planalto, com o ministro Ricardo Berzoini. “Venda do futuro” de Campos negociado pelo voto da própria filha? (reprodução)

Encontro de Garotinho teria sido no Palácio do Planalto, com o ministro Ricardo Berzoini. “Venda do futuro” de Campos negociado pelo voto da própria filha? (reprodução)

 

Ao anunciar a “licença” de Clarissa, Noblat questionou: “Sabe-se lá com quem, ontem, o ex-governador do Rio de Janeiro, Garotinho, conversou no Palácio do Planalto… E sobre o que ele tratou”. Oficialmente, Garotinho está em Brasília para tentar viabilizar a terceira “venda do futuro” de Campos, no valor de mais R$ 1 bilhão, que comprometeria o futuro do município até 2031, mas sem o qual governistas admitem em off que não haverá dinheiro nem para pagar ao servidor, dada a ruína das finanças públicas no governo Rosinha Garotinho (PR).

 

O Jornalista Ricardo Noblat quer saber do que Garotinho tratou no Palácio do Planalto. E você? (reprodução)

Jornalista Ricardo Noblat quer saber do que Garotinho tratou no Palácio do Planalto. E você? (reprodução)

 

Ontem, Garotinho tentou desmentir a notícia veiculada aqui, na coluna do Lauro Jardim do dia anterior, de que estaria negociando o voto da filha na mesa de almoço com deputados petistas. Aqui, em seu blog, o político da Lapa chegou a garantir: “A deputada Clarissa Garotinho, maior de idade, 33 anos, está em todas as listas favoráveis ao impeachment. É a opinião dela, e eu respeito”.

Em respeito ao leitor, enquanto o futuro de Campos e do Brasil são decididos, segue abaixo uma música à reflexão:

 

 

Compartilhe:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • PDF
  • Technorati

28 comments to Garotinho negociou “venda do futuro” pelo voto de Clarissa no impeachment?

  • paulo sergio de moraes

    esse lider quer enganar quem? está desesperado por está percebendo que vai perder a amiguinha que o ouvia em brasilia: e com isso vai ter bem mais dificuldade de vender nosso futuro mais uma vez! desespero!!!!!!!!!!!

  • Antonio Bernardes

    Cheguei pensar que seria diferente!!!!! Próximo passo assumir namoro politico com PSDB, antes flertando com PMDB…… do TEMER, dificil conciliar entre TEMER ou CUNHA!!!!! Quem dá mais…

  • Jaci Capistrano

    Lixo comunista.

  • Jaci Capistrano

    A Clarissa Garotinho tirou licença de 120 dias. Se fossem 121 dias teria suplente ou seja, abandonou o barco às vésperas da votação logo após o papito Garotinho ter estado no Planalto.

    Fora comunistas de todas as matizes.

    Pense numa coisa diferente
    Bolsonaro presidente PSC 20

  • Thiago Souza

    Não vejo nada de errado nessas negociações. Até porque, no Palácio do Jaburu, rola o mesmo tipo de negociata. Isso é articulação política. O que me causa estranheza é saber que parte da imprensa campista demonstra não conhecer Garotinho. Gente, Garotinho só tem a ganhar com a barração do impeachment – empréstimo de 1 bilhão, eventual apoio a sua candidatura ao governo do estado em 2018 (ou vocês acham que o PT irá apoiar o PMDB depois do desembarque e da impopularidade de PEZÃO?), talvez a oferta de algum Ministério. Ocorre que ele nunca manifestaria publicamente a sua opinião, pois a maioria dos brasileiros (segundo a grande mídia) apoiam o impeachment.

  • Thiago Souza

    desculpe o erro de concordância
    … a maioria dos brasileiros apoia…

  • Ana

    Se essa senhora fizer isso mesmo, será mais uma da família que não ganha mais nada.
    Fugindo das responsabilidades em uma hora de suma importância para o país!
    ABSURDO!!

  • Silvio Fontoura

    O pai de Clarissa se apressou em explicar que ela está com 8 meses de gravidez e não pode andar de avião. Até aí tudo bem. Mas na minha opinião, para não dar margem a especulações, ela tinha que deixar substituto para votar de acordo com sua posição. Me parece que o período pretendido não dá esse direito. Que se pedisse um dia a mais então. Vamos ver o Feijó.

  • Tiago

    Bela manobra da filha em Garotinho ???!! Clarissa “Quer” o impedimento da Dilma, mas quando chega no dia arruma uma licença médica para não se indispor com o eleitorado de Campos!! Vai enganar outros !! Vocês apoiam o Governo do PT e depois querem sair de “bonzinhos” no Migué!!

  • Tiago

    Vai ter Impeachment!! e não vai ter empréstimo do Governo! Vocês que se virem com a lambança que fizeram na Gestão de Campos, quase 20 milhoes na cidade da criança e os hospitais pedindo socorro !! O povo não é bobo!!

  • Mauro Viana

    http://noblat.oglobo.globo.com/meus-textos/noticia/2016/04/afinal-o-governo-ganha-mais-um-voto-contra-o-impeachment.html

    Esse é o traidor do povo de Campos, recebeu (trecho excluído pela moderação) pra fazer a filha não ir votar. Vendeu Campos e o Campista por 1Bi pra usar na campanha e tentar ganhar com seus candidatos. Família Garotinho os Traíras de Campos!!!!

    TRAÍRA! TRAÍRA! TRAÍRA!!!!!

    ‪#‎GarotinhoTraíra‬

  • Francisco de Sousa lima

    Esse é o Padrinho do tão cadidato a opcisao de Itaperuna, e tudo mesmo saco e bom para o povo de Itaperuna que acha que o Veriadorzinho e bom ,olha o Padrinho dele virando contra o Povo ,PR e o partido do santinho Vereadirzinho dos Óculos ….Se liga povo de Itaperuna pq ele e igual o Padrinho detesta o POVÃO.

  • Angelo Rafael Barros Damiano

    Pessoas inescrupulosas e sem nenhum compromisso com a verdade tentam espalhar mentiras contra minha filha Clarissa Garotinho e também envolvendo o meu nome. Vamos aos fatos.

    A deputada Clarissa Garotinho está grávida de 35 semanas como mostra o atestado médico reproduzido abaixo. Seria um exercício de futurologia, ela engravidar para fugir da votação no dia marcado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Será que alguém há 8 meses atrás já sabia a data em que o impeachment seria votado?

    Todo o cidadão minimamente informado sabe que após o sétimo mês de gravidez, os médicos proíbem as gestantes de viajar de avião. Na semana passada, desobedecendo seu médico, Clarissa viajou a Brasília e foi parar no Departamento Médico da Câmara.

    Querer insinuar que Clarissa está fugindo da votação do impeachment ou que teria negociado sua ausência em troca de benefícios para Campos é uma desonestidade, até porque ela já se posicionou publicamente favorável ao impedimento da presidente. Além disso há mais de um ano municípios produtores de petróleo estão negociando operações financeiras com instituições públicas e privadas para repor parte das perdas que tiveram com os royalties de petróleo, apontadas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). É bom lembrar que esta alternativa só foi possível porque em maio do ano passado, o Senado Federal modificou a resolução 43 criando uma excepcionalidade diante da dramática situação financeira dos municípios.

    Então vamos lá. Para Clarissa estar hoje negociando sua gravidez, como insinuam algumas pessoas irresponsáveis, ela teria que ter combinado com a ANP, com o Senado Federal, e ter o dom de prever a data em que ela ficaria grávida e não poderia mais viajar coincidindo com o impeachment.

    Alguém que seja responsável colocaria a vida de seu filho que vai nascer em risco, desobedecendo uma ordem médica, que diz taxativamente que “a paciente está com ameaça de parto prematuro”?

    Engraçado que as pessoas só querem contar um lado da história. Afirmam que eu estive no Palácio do Planalto com o ministro Ricardo Berzoini. Por que não dizem que estive também no Palácio do Jaburu conversando com Michel Temer. Minha posição política sobre o impeachment é clara, e há muito tempo publicada neste blog: sou a favor de eleições gerais porque acho que tanto o PT quanto o PMDB são sócios da situação trágica a que o Brasil chegou, e não acredito, com toda a honestidade, que tendo Eduardo Cunha como vice-presidente do Brasil vamos livrar o país da corrupção. Alguém acredita nisso? Somente o povo detentor da soberania pode legitimar um próximo presidente. É isso que venho defendendo aqui no blog.

    Querer associar a licença-maternidade da deputada Clarissa Garotinho a qualquer benefício ao município de Campos ou outras cidades produtoras de petróleo consiste em desonestidade intelectual.

    Entendo que no calor das emoções as pessoas estejam movidas por sentimentos extremos, mas isso não dá o direito a ninguém de mentir diante de fatos de que são públicos e incontestáveis.

    “Solicito licença-maternidade para a senhora Clarissa Barros Assed Matheus Oliveira, gestante de 34 / 35 semanas com ameaça de parto prematuro”
    “Solicito licença-maternidade para a senhora Clarissa Barros Assed Matheus Oliveira, gestante de 34 / 35 semanas com ameaça de parto prematuro”

    Blog do Garotinho

    • Aluysio

      Caro Angelo Rafael,

      O link da postagem do Blog do Garotinho já havia sido reproduzido na postagem acima desta. O que não está explicado nem por Garotinho, nem por Clarissa, nem por vc, porque talvez não tenha mesmo explicação que não a admissão da manobra forçada de última hora, é por que a licença não foi de 121 dias ou mais, o que permitiria ao suplente da deputada, Marcelo Delaroli, votar em seu lugar?

      Abç e grato pela chance de constatar óbvio!

      Aluysio

  • eduardo

    Por sorte o processo de afastamento de Dilma não depende unica e exclusivamente dela, fosse isso essa seria mais uma vergonha para toda população de Campos.

  • Edison

    Estranho né! Garotinho gosta de $$, vai ver que foi fisgado pelo queijo da (trecho excluído pela moderação)

  • Leandro bento

    Fez mais que certo, essa turma de (trecho excluído pela moderação), ele se elegeu democraticamente, deve cumprir o seu mandato, esses (trecho excluído pela moderação) tem que pararem de defender uma coisa ilegal.

  • Leandro bento

    Vergonha esta sendo a pessoa achar que esse processo é legal, vergonha é achar que Cunha e temer é a solução para o Brasil, monte um programa de governo e vão em 2018 propor para a população e ganhe honestamente, vergonha e ver um bando de políticos se comportarem com um gr~emio estudantil, e querer algo na marra.

  • Leandro bento

    O mais importante jornal dos Estados Unidos, o “The New York Times” publica extensa reportagem na edição desta sexta-feira (15), em que destaca que o processo de impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff, está sendo liderado por políticos que enfrentam uma série de acusações como corrupção, fraude eleitoral e até abusos de direitos humanos. “O que revela a hipocrisia entre os líderes brasileiros no debate nacional”, diz o texto que ressalta que a presidente não é acusada de roubar dinheiro público. “Uma raridade”, diz o jornal.

    Leia mais

  • Cricio Manhães Pinto

    Deus! Está sempre presente em atitudes destes “G”@Rotinho$!! Tudo em seu tempo!Há provir a verdade

  • Leandro bento

    Vergonha é isso ai, (trecho excluído pela moderação). Não acho que a Dilma esteja fazendo um bom governo, porém pedir um afastamento baseado nisso é um absurdo por completo, ai eu dou razão ao ex presidente lula de chamar de frouxo a justiça brasileira, ou melhor oportunistas.

  • alvaro

    Aqui em campos quando um funcionário da prefeitura dá um atestado tem que se submeter a perícia médica Esses coitados vão doentes de ônibus ou rebocados por familiares. Gravidez não é doença. Ela tem avião disponível, motorista, etc. Seria mais digno votar sim ou não. Mais dois sobrenomes (justos) para a família e um legado ao clã para nunca se esquecer: (Fulano de tal) Garotinho Omisso Covarde de Oliveira. E agora povão?

  • Paulo Sá

    Definitivamente, caiu a máscara da família Garotinho.Só quem não quiser ver, não verá quem eles verdadeiramente são e do que são capazes, para defender os seus próprios interesses.
    Porém, desta vez eles não traíram apenas os campistas e os fluminenses, Não! Eles traíram o Brasil! Eles se associaram a maior e mais perversa quadrilha que já se instalou no Palácio do Planalto. Por isso,se tornaram indignos do voto popular, para qualquer cargo eletivo, em qualquer lugar deste país.
    A crise que o PT causou ao país ainda não é o pior que eles são capazes de fazer. A crise não é consequência, mas sim,uma estratégia para descapitalizar os empresários, endividar os trabalhadores e forjar um clima de tensão social, para deflagar o golpe revolucionário que levará à instalação de uma ditadura comunista em nosso país. Esse é o plano de poder do PT, para se perpetuar no controle do estado brasileiro.
    Muito pior do que a atual crise, o mensalão, o petrolão,o rombo de sessenta bilhões nos fundos de pensão da dos funcionários da CEF, do BB, da Petrobrás e dos Correios, é o alinhamento do governo brasileiro, via BRICS, com os ditadores comunistas da Rússia e da China, para construir uma Nova Ordem Mundial, que levará à instalação de um governo único no mundo, que será presidido pelo Anticristo, conforme está previsto no Livro do Apocalipse.
    Como cristãos e representantes de noventa por cento da nossa população – cerca de cento e oitenta milhões de cidadãos e cidadãs – não podemos permitir que isso aconteça. E o caminho a seguir é o impeachment da presidente Dilma Rousseff, que levará consigo a quadrilha petista e seus aliados.

  • Silas

    Por que não pediu 121 dias de licença possibilitando assim que seu suplente assumisse e votasse à favor do impedimento???

  • jair boberto

    É isso ai, vamos aprovar impeachment de Dilma e deixar Eduardo cunha propagar a corrupção neste pais, porque não se iludam assim que Dilma sair o processo de cunha e seus lacaios será arquivado, e nos vamos chorar lágrimas de sangue ao ter nossas estatais entregue (trecho excluído pela moderação)

  • Renan oliveira

    Querem ganhar a eleição no terceiro turno !aceita que dói menos !

  • pedro paulo

    traidores nunca mais serão votados em terra goytacá…resolveram tirar suas máscaras na época errada….covardes…

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>