Opiniões

Impeachment — Feijó quase acerta e Garotinho erra mais uma vez

pé frio 2

 

 

Com o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) aprovado (aqui e aqui) agora há pouco na Câmara Federal, por 367 favoráveis, a previsão feita aqui pelo deputado federal Paulo Feijó (PR) não chegou a se cumprir, mas passou raspando. Em entrevista à Folha, publicada ontem (16/04), ele disse:

— Aproveito para palpitar. Acredito que teremos mais de 370 deputados a favor do impeachment.

Do lado oposto, quem sai mais uma vez queimado do processo é o secretário de Governo de Campos, Anthony Garotinho (PR). E conseguiu incinerar junto a própria filha, a deputada federal Clarissa (PR), ausente da votação e por isso vaiada (aqui) nas três vezes que teve o nome citado em plenário. Após ter negociado (aqui e aqui) a abstenção da filha, que entrou com licença de 120 dias por conta da gravidez, não 121 ou mais, que permitira o voto do suplente do DEM, Garotinho ainda tentou (aqui e aqui) mudar o voto de Feijó, induzindo o jornalista Fernando Molica, de O Dia, neste sentido.

Se tentou ajudar o governo Dilma por conta da “venda do futuro” de Campos, no valor de mais R$ 1 bilhão, que comprometeria as receitas do município até 20131, mas sem o qual governistas admitem em off não restar dinheiro em caixa nem para pagar ao servidor, Garotinho corre o sério risco ficar com as mãos abanando, após o vice-presidente Michel Temer (PMDB) assumir o Palácio do Planalto. Aqui, como reproduziu o Blog do Bastos, o jornalista José Casado revelou no jornal “Extra” que o empréstimo a Campos, usando como garantia os royalties do petróleo ainda não recebidos, foi o objeto da negociação entre o PT e Garotinho.

Ademais, o ex-governador, ex-deputado, ex-prefeito e atual secretário municipal consolida sua fama de “pé frio” na política dos últimos anos. Antes de afundar agora com o governo Dilma, que critica em seu blog para tentar manter as aparências, Garotinho conseguiu apoiar o senador Marcelo Crivella (PRB) em 2014, na disputa do segundo turno do governo estadual contra Luiz Fernando Pezão (PMDB), e levar  sobrinho de Edir Macedo à derrota em cinco das sete zonas eleitorais de Campos. Relembre aqui mais esse fracasso.

Quanto à “venda do futuro” de Campos? Numa ironia do destino, não custa lembrar ter sido Temer quem levou Garotinho na lábia em 2006, quando fingiu apoiar este na pretensão de se candidatar à presidência da República pelo PMDB, só para prender o político da Lapa ao partido que apoiaria a reeleição do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

 

Este post tem 9 comentários

  1. O maior derrotado da região, e selou o destino dos seus protegidos, que agora estão fadados ao fracasso. Há muito tempo ele perdeu a mão, já que se acha imbatível. Isso não é pé frio, é a Antartida pura.

  2. Se ele fez isso com a filha, imagina o que ele faz com os vereadores e secretários… Rs eee Campos…

  3. Será que ela consegue cancelar essa licença de 120 dias? Quem sabe se este tempo é o necessária para o final das investigações sobre a lista em que ela, pai e mãe foram citados.Tchau florzinha.

  4. Valeu Feijó, se você fizer o mesmo com o garotinho, voto em você novamente.

  5. O mundo mudou. Agora temos as redes sociais acessíveis aos mais pobres, por isso a política mudou. Ficou inviável manipular as mentes por meio da TV. Surgira, a partir de agora uma nova geração de políticos engajadas com as causas sociais e comprometidas com o povo.

  6. O Maior vencedor da região foi Garotinho, pois os candidatos do PR do Estado votaram pelo “SIM”, incluído o Paulo Feijó.A Clarissa acabou não votando e com isso atendendo pedido do Governo que está viabilizando o empréstimo pretendido pela Prefeitura e além disso recebeu promessa de que o PDT pode acompanhar a sua indicação para a próxima eleição municipal e se isso acontecer o Arnaldo Viana fica sem partido.

  7. Paulo Feijó é um tremendo gozador. Ao apresentar seu voto o Deputado, na maior cara de pau disse: CAMPOS DOS GOYTACAZES ESTÁ EM FESTA!!!!. Um município onde a miséria e o desemprego são cada vez maiores não há clima para se festejar nada. A não ser se houver algumas cassações políticas.

  8. GAROTINHO AMARELOU COMO SEMPRE, E LEVOU A FILHA JUNTO, A MULHER JÁ ESTA ATOLADA ATÉ O PESCOÇO, AIDA BEM QUE A FAMÍLIA É GRANDE. TEMOS MUITA (trecho excluído pela moderação) PRA AGUENTAR DESTA RAÇA.

  9. FEIJÓ VAI AJUDAR GAROTINHO E FAMÍLIA MAIS AQUELE TAL EX. DEPUTADO DAS AMBULÂNCIAS A MONTAR UM ESQUEMA DE ATENDIMENTO A POPULAÇÃO QUE PRECISA DE ATENDIMENTO HOSPITALAR, AS PESSOAS NÃO VAI NEM PRECISAR LIGAR, A AMBULÂNCIA VAI ESTAR NA PORTA. (SISTEMA TELEPATIA.
    É SÓ PAULO FEIJÓ NÃO RENUNCIAR, PARA FUGIR DA CASSAÇÃO COMO FEZ NA CÂMARA DOS DEPUTADOS.

Deixe uma resposta

Fechar Menu