Opiniões

Hirano tenta “abrir portas para o futuro” em Brasília

Paulo Hirano com o novo ministro da Educação José Mendonça Bezerra Filho, hoje, em Brasília (foto: divulgação)
Paulo Hirano com o novo ministro da Educação José Mendonça Bezerra Filho, hoje, em Brasília (foto: divulgação)

Como anunciado ontem (aqui), o vereador Paulo Hirano (PR) foi recebido hoje em Brasília pelo novo ministro da Educação, o deputado federal José Mendonça Bezerra Filho (DEM), que já foi governador do estado de Pernambuco. Também pré-candidato a prefeito, após apresentar ao ministro um resumo das ações do governo Rosinha Garotinho (PR) na Educação, Hirano disse:

— Esse encontro visa abrir portas para o futuro, pois acredito que somente pela educação promovemos transformações significativas na sociedade, garantindo, assim, uma vida melhor para todos. Continuo muito ligado ao ensino. Fui professor de Medicina por 20 anos e diretor geral de uma grande universidade, formando milhares de alunos nas mais diversas áreas.

Depois do encontro com o ministro da Educação, o vereador esteve no gabinete do deputado federal Paulo Feijó (PR). De lá, ele foi também ao Palácio do Planalto, para a posse do novo ministro da Cultura, Marcelo Calero, diplomata carreira e ex-secretário municipal de Cultura do município do Rio.

 

Com informações da assessora Kamilla Uhl

 

Este post tem 4 comentários

  1. O edil Hirano, poderia concentrar os seus esforços – já que está imbuído de tanta preocupação e interesse com a Educação – em nosso município mesmo, onde a Educação ocupa esse lugar impublicável no IDEB, mas a cara de pau é muito grande, eu desconheço qualquer projeto de lei ou mesmo proposta de melhoria nas condições de ensino em Campos dos Goytacazes, por parte do edil e digo isso com a autoridade de Educador que sou, Professor concursado da prefeitura e que vive o cotidiano de uma creche, com turma superlotada, sem Auxiliar, como a Lei determina, sem sala de vídeo, sem equipamentos básicos como tonner para impressora, na minha por exemplo, fazemos vaquinha para comprarmos tonner e repor, ou usamos nossas próprias impressoras e papéis para montar as atividades pedagógicas e essa é a realidade de toda a rede de ensino e nem vou falar dos problemas da rede pública municipal de Saúde, pois essa o edil deve conhecer bem, pois já esteve à frente da secretaria de saúde, tanto que quando teve que se tratar de um problema de saúde que o acometeu, tratou-se fora do município. Como profissional da Educação, sei das mazelas, mas parece que vivo numa cidade num universo paralelo ao do que o edil vive.

  2. Provisano, eles vivem num país que está localizado entre a razão e a imaginação. Eles transitam por esses mundos paralelos de acordo com suas conveniências. Parece um lugar criado por uma mente inventiva que acredita em sua própria imaginação. Acreditam em suas próprias mentiras.

  3. Vem cá, cara pálida: “Portas do Futuro” dele mesmo, não é? Porque se for para “outras portas” ele não conseguirá, como já ficou pra lá de demonstrado, mais certo será dizer que ele “ajudou a fechar portas”.

  4. Esse novo ministro da educação devia arranjar o que fazer…dia desses recebeu o Alexandre Frota, agora esse outro… só (trecho excluído pela moderação)!

Deixe uma resposta

Fechar Menu