Opiniões

Pro4: Caio Vianna lidera sucessão de Rosinha na espontânea e estimuladas

(Infográfico de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)
(Infográfico de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

 

Por Aluysio Abreu Barbosa

 

Se ninguém tinha dúvida da popularidade do ex-prefeito Arnaldo Vianna (PEN), mas muitos questionavam sua capacidade de transferência ao filho Caio Vianna (PDT), esta deve começar a ser levada a sério pelos analistas da corrida pela sucessão da prefeita Rosinha Garotinho (PR). Com seu próprio nome, sem nenhuma menção a Arnaldo, Caio liderou as consultas espontânea e duas estimuladas feitos pelo instituto Pro4, sob encomenda da Folha da Manhã, ouvindo 620 pessoas entre 8 e 10 de junho. Na espontânea, Caio apareceu com 4,4% das intenções de voto, seguido do vereador Rafael Diniz (PPS), com 3,4%; de Arnaldo Vianna (que ainda diz ser pré-candidato, mas saber estar impedido pela legislação eleitoral), com 2,9%; da própria Rosinha (também impedida de concorrer), com 2,7%; e do vice-prefeito Dr. Chicão (PR), em quinto, com 1,5% e como candidato governista aparentemente mais consolidado junto ao eleitor.

Líder na espontânea, Caio continua a sê-lo nos dois cenários apresentados nas consultas estimuladas. Nestas, como a pré-candidatura do vereador governista Mauro Silva já está confirmada pelo PSDB, ela foi apresentada na pesquisa independente das definições garotistas. Sobre estas, diante da dificuldade de apresentar simulações com cada uma das outras nove pré-candidaturas governistas, A Folha se baseou em fontes do próprio governo Rosinha e escolheu duas para representar o PR nas simulações eleitorais: a de Chicão e a do vereador Paulo Hirano.

Assim, quando entra na disputa estimulada, Chicão se consolida como pré-candidato governista, hoje, de maior popularidade. Com 8,4% ele ficou em quarto lugar. Mas dentro da margem de erro de 3,9% para mais ou menos, alcançou o empate técnico junto a Rafael, terceiro, com 11,3%; ao vereador “independente” Tadeu Tô Contigo (PRB), em segundo com 13,4%; e ao líder Caio, com 15,2%.

Já quando entra Paulo Hirano e sai Chicão, os governistas ficam fora do empate técnico entre os mesmos três líderes: Caio na frente, com 15,5%; seguido por Tadeu, com 14,0%, e Rafael, com 11,8%. Último dos 10 pré-candidatos governistas a entrar no jogo, Hirano não foi além do 1,1%, empatado em penúltimo com o ex-vereador Rogério Matoso (PPL). Mantido em ambas as consultas, Mauro Silva também não foi bem, ficando com 1,9% tanto com Chicão, quanto com Hirano na disputa.

Outro dado relevante, que evidencia como o quadro está ainda indefinido e sujeito a alterações até o pleito de outubro, é o grande número de eleitores indefinidos. Eles chegam a impressionantes 73,1% na espontânea, a apenas quatro meses das urnas. Mas mesmo nas consultas estimuladas, quando somado aos que pretendem votar branco e nulo, o número de quem ainda não tem nenhum candidato chegou a mais de 30 pontos percentuais, em ambos os cenários.

Dado considerado tão importante quanto intenção de voto, no quesito negativo da rejeição o líder além da margem de empate técnico foi Geraldo Pudim, com 15,8%. Entre os que lideraram as consultas espontâneas, quem colheu a maior rejeição foi Tô Contigo, terceiro no placar geral, com 6,5% ; seguido de Chicão, com 6,3%; e Caio, com 4,8%. Já Rafael Diniz teve apenas 1,5% dos entrevistados declarando que não votariam nele de jeito nenhum, com a segunda menor rejeição entre os 12 pré-candidatos apresentados, à frente de Matoso, com 0,2%.

 

(Infográfico de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)
(Infográfico de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

 

Página 2 da edição de hoje (12) da Folha da Manhã
Página 2 da edição de hoje (12) da Folha da Manhã

 

 

Publicado hoje (12) da edição da Folha da Manhã

 

Este post tem 15 comentários

  1. Gente, fala sério. Como entregar uma cidade como Campos para um menino que nunca foi sequer vereador? Ou seja, não tem maturidade política alguma. Será manipulado. É, Campos vai mal.

  2. É a volta de Ilsan

  3. KKKK, como uma filhinho de papai será como prefeito de uma cidade, não quero acreditar que alguém vote neste garoto, mas aqui em Campos parece que tudo acontece e tudo pode.
    Afinal quem pode fazer algo nesta cidade agora, depois a (trecho ecluído pela moderação) dos garotinhos deixar o poder, e ter pegado milhões de empréstimos, e agora como vai ficar esta cidade.
    Campos devia entrar no livro de records de cidades abandonadas, obras inúteis e nada acontece com estes governantes.
    Cadê o MP, PF para enxergar o que acontece aqui, ou será que somente eu enxergo?
    Só resta “Chapolin Colorado” para salvar esta minha cidade meu ‘HORROR………..

  4. Engraçado os comentários dos colegas, Garotinho quando se candidatou a primeira vez tinha sido algo?

    No entanto os campistas gostam tanto dele que o elegeram, sua mulher e seus indicados por várias vezes nos últimos 25 anos.

    Deve ser o fator chuvisco que afeta este povo.

  5. Nobres colegas comentaristas, essa pesquisa está totalmente correta, a margem de erro da pesquisa (trecho excluído pela moderação), essa margem de erro é o que faz a diferença.

    1. Caro Jabor, figurinha repetida do garotistmo nos comentários aos blogs da Folha,

      Como dito na matéria, a margem de erro da pesquisa é de 3,9 pontos percentuais para mais ou menos. E como é trabalho sério, devidamente registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com ele não se permite chacota de palhaço.

      Isto posto, importante frisar que foi só devido à margem de erro, por exemplo, que Chicão pode ser considerado em empate técnico com os líderes Caio, Tadeu e Rafael, num dos cenários estimulados. Caso contrário, o vice-prefeito, mesmo sendo o pré-candidato governista de melhor desempenho, não conseguiria ir além do quarto lugar.

      Abç e grato pela chance de tentar fornecer a tecla SAP, necessária ao seu entendimento, para um texto escrito em português!

      Aluyio

  6. Não dá pra considerar uma pesquisa a qual 73% da população não sabem em quem votar.
    Era melhor nem publicar uma pesquisa dessas.
    Números/dados inócuos!!

    1. Caro Wagner,

      Os 73,1% de indecisos que vc quer vender como novidade, estão bem evidenciados na matéria. Assim como esse índice de eleitores cai para pouco mais de 20%, nos dois cenários estimulados. Aprenda, pois, a ler pesquisas, antes de pretender deitar sobre elas suas análises inócuas.

      Abç e grato pela chance de ressaltar o óbvio!

      Aluysio

  7. Se juntarmos os 3.4 de Rafael com 1.1 de Gil,obtemos 4.5,certo?

  8. O povo de Campos precisa romper com o ranço do passado.
    Nada contra a Caio Viana, a questão é que ele é o velho com roupa nova.
    Acorda Campos. Rafael Diniz neles.

  9. Quando, elegeram a Governadora Rosinha, ela tinha experiência alguma? Governadora de um estado e ai?

  10. A gente sabe que o povo está revoltado com a situação política atual do Brasil e que pede mudanças urgentes, porém não acredito que para mudar precisemos apelar tanto. O filho de Arnaldo Viana pode até ser candidato, é um direito dele, mas competência para administrar um município como este não tem e não terá a longo prazo. Falta-lhe bagagem. É evidente que ele chega para esta eleição contando com os seus pais, estes sim mais “cascudos”, mas o povo precisa entender que estas figuras carimbadas devem à Justiça Eleitoral e fizeram muito mal aos cofres públicos de Campos. Vão querer repetir o erro? Por outro lado os demais candidatos de oposição ou estão ligados ao Governo do Estado ou são parceiros do PT. Enfim, estão de pires na mão. Sobra quem? Aguardemos.

  11. Nobre blogueiro Aluysio, pelo visto você é um arnaldista de carteirinha, só quis ilustrar que tem na disputa um Vereador verdadeiramente eleito com serviços prestados(Rafael Diniz), um vice Prefeito também verdadeiramente eleito(Dr Chicão), Tadeu Tô contigo Vereador eleito, Geraldo Pudim Deputado Estadual eleito e vários outros com mandatos e serviços prestados a população campista, aí vem uma pesquisa do nada e diz que o filho do ex Prefeito Arnaldo Vianna, inelegível até Deus sabe quando está na frente nas intenções de voto, muito estranho, desculpa mais é no mínimo muito estranho, diga para a população campista o que esse rapaz(Caio Vianna) contribuiu, a não ser filho do ex Prefeito Arnaldo Vianna, isso mesmo, esse rapaz irá subir no palanque para falar sobre o que ele fez para pleitear ser o Prefeito de Campos dos Goytacazes e ele irá responder, sou filho do ex Prefeito Arnaldo Vianna, o que tem mais esse rapaz para falar, vamos deixar de brincadeiras e tratar política como coisa séria. Por isso fiz aquela margem de erro na pesquisa.

    1. Caro Jabor, figurinha garotista repetida nos blogs da Folha,

      Se vc gosta ou não de Caio Vianna, isso diz respeito a vc, mais ninguém. Foque-se no interesse coletivo para tratar a discussão com a seriedade que ela merece. Distante do nada, os resultados da pesquisa foram aferidos junto a 620 eleitores, entre 8 e 10 de junho, nas sete Zonas Eleitorais do município, como foi registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a matéria deixa claro. E tanto na consulta espontânea, quanto nas duas estimuladas, Caio liderou. Ainda que o tenha feito em empate técnico nas três amostragens, o fato é que uma parcela considerável da população campista parece ter hj sobre ele uma visão diferente da sua.

      Abç e grato por mais esta chance de fornecer a tecla SAP que vc parece precisar para entender um texto em português!

      Aluysio

      P.S. Se na sua visão eu sou um “arnaldista de carteirinha”, a próxima tecla SAP seguirá em braile.

  12. Não tenho dúvidas,das grandes chances de Caio,vários prefeitos e deputados já se elegeram sem nunca terem sido nada,exemplo tempo Garotinho em 1988,que nunca tinha sido nada,e Rosinha governadora que tb antes nao tinha sido nada!!O governo de Arnaldo ficou marcado pelo auxílio a saúde,educação.. vários postos de saúde,PU’S de emergência,médicos e dentistas 24 hs,foram implantados em seu governo,hospital de Ururai só existiu por Arnaldo,medicamentos a rodo em tdos eles,comida,refeição para plantonistas,com toda certeza todos os orfãos de Arnaldo elegem o filho dele,que com certeza é a melhor opção para Campos,chega de Garotinho e sua mulher (trecho excluído pela moderação) essa cidade,qquer um que eles indiquem,nao será para o bem da cidade,pelo contrário..será para eles continuarem a comandar nosso dinheiro com um prefeito pau mandado!!!!!

Deixe uma resposta para Claudio Luiz Cancelar resposta

Fechar Menu