Opiniões

Com menor rejeição, Rafael lidera 1º e 2º turnos — Só Carolina não viu

Ponto final

 

 

Líder no 1º e 2º turnos

Foram divulgadas no último domingo (25) e ontem (26) quatro novas pesquisas sobre a sucessão a disputa da Prefeitura de Campos. Em três delas, Rafael Diniz aparece na frente não só nas intenções de votos estimuladas e espontâneas para as urnas de 2 de outubro, de daqui a cinco dias, como também em todas as projeções feitas contra seus adversários no segundo turno de 30 de outubro.

 

Estimulada e espontânea

Na estimulada, Rafael hoje lidera a corrida pela sucessão da prefeita Rosinha Garotinho (PR) com 37,7% (Pro4), 37,8% (Paraná) e 35,1% (Città). E a dianteira do jovem candidato do PPS se reproduz nas consultas espontâneas de dois desses três institutos: 27,7% no Pro4 e 32,7% no Città. Trabalhando por encomenda da TV Record, da qual o vereador e apresentador Alexandre Tadeu (PRB) não pode ser candidato a prefeito de Campos, por desejo do secretário municipal de Governo Anthony Garotinho (PR), apenas o Paraná registrou liderança de Chicão na espontânea: 26,3%.

 

Record omite e Folha mostra

Por motivos que não revelou, a Record de Campos também optou por não dar ao conhecimento do público os índices de rejeição aferidos pela última pesquisa que encomendou. A omissão é desfeita por esta coluna, na qual você, leitor, agora pode saber que, pelo instituto Paraná, o líder na rejeição é Dr. Chicão (PR), com 36,8%; seguido de Geraldo Pudim (PMDB), com 33,5%; de Nildo Cardoso (DEM), com 19,7%; Rogério Matoso (PPL), com 16,1%; Caio Vianna (13,3%) e Rafael, com apenas 9,9%.

 

Rejeição ao nível do mar

Índice importante para a conquista dos eleitores indecisos no primeiro turno e fundamental para determinar a vitória no segundo, a rejeição não é bem menor para Rafael só pelos números da pesquisa Paraná, que a Record quis divulgar seletivamente. Pela Pro4, a rejeição dos seis candidatos foi: Chicão (34,3%), Pudim (21,4%), Caio (5,3%), Nildo (5,1%), Matoso (4,2%) e Rafael (3,9%). E mesmo que o Città tenha registrado Rogério Matoso (2,5%) com a menor rejeição, não Rafael Diniz (4,5%), o empate técnico entre ambos está bem aquém da margem de erro no índice negativo mais uma vez liderado por Chicão: 35,4%.

 

À frente no 2º turno

Líder nas intenções de voto e com uma rejeição impressionantemente baixa, na medição de três institutos, é até natural que Rafael seja o favorito para vencer um segundo turno que hoje parece inevitável. Pelo Pro4, ele venceria tanto a Chicão (46,3% a 33,6%), quanto Caio (47,2% a 24,3%). Pelo Paraná, a simulação foi única: Rafael 47,1% x 41% Chicão. Já pelo Cittá, a vitória de Rafael no segundo turno se repetiria por margens ainda mais largas, em duas opções: 54,8% a 35,3% contra Chicão, ou 56% a 28,8%, diante de Caio.

 

Cronologia

A consulta do Cittá foi realizada em 18 e 19 de setembro, com 800 pessoas e uma margem de erro de 3,5 pontos percentuais para mais ou menos. Dois dias depois, em 21 de setembro, foi iniciada a pesquisa Paraná, concluída ontem (25), na qual foram ouvidas 720 pessoas, com margem de erro de 4 pontos. Por último, saiu a campo o Pro4, entre os dias 23 e 24. Foi a pesquisa que ouviu mais pessoas, 1.500 das sete Zonas Eleitorais (ZEs), com consequente menor margem de erro: 3,3 pontos. Ademais, foi a única fruto de uma série histórica de quatro pesquisas, iniciada em junho, sobre a disputa da Prefeitura de Campos em 2016.

 

Só Carolina não viu

Por institutos e metodologias diferentes, divulgados em veículos de mídia distintos, a parceria Pro4/Folha, Paraná/Record e Città/Terceira Via revelaram a mesma realidade: a cinco dias das urnas, Rafael Diniz lidera as intenvenções de voto, tem a menor rejeição e as melhores chances de vitória no segundo turno. Querer contestar isso com dados incompletos, sem rejeição ou projeção de segundo turno, por um instituto nascido do garotismo, divulgado no grupo de comunicação de Garotinho, com uma pesquisa velha, feita entre 14 e 17 deste mês, na melhor das hipóteses serve para ecoar Chico Buarque: “O tempo passou na janela/ Só Carolina não viu”.

 

Publicado hoje (27) na Folha da Manhã

 

Este post tem 6 comentários

  1. atenção todos que torcem por uma cidade sem essas amarras que atormentam todos nós cidadãos dessa cidade a trinta anos, com essa política vergonhosa. muita atenção! essas pessoas assim o são, porque são pessoas desprovidas de sensatez, são capazes de tudo para se manter no poder, sim só o poder, pois fortuna já estão abastados com nosso dinheiro. vamos cuidar, vigiar, desfazer mentiras desesperadas de última hora. e muito importante denunciar, pois com certeza eles cometerão crimes eleitorais escabrosos, é o desespero de quem já sabem que serão sepultados politicamente ,e não terão mais como nos fazer mal. acabou a credibilidade nessa turma. dia 2 é 23. UM ABRAÇO!

  2. Eu estou envergonhado como ainda existe pessoas que estudou como esse 22, vira fantoche de UM FANFARRÃO, Mas o seu dia chegou DIA 2 é o 23 CONFIRMA.É VC. E SUA CUPULA SUMAM DAQUI E SE FICAR APOS DIA 2 A PF VAI (trecho excluído pela moderação) EU SEI COMO ESTA A INVESTIGAÇÃO.

  3. Renato Foz como esta a investigação?
    Dia 02 é
    23
    23
    23
    23
    sumam garotinho’s (trecho excluído pela moderação)

  4. 23
    23
    23
    23
    23 sumam garotinho’s nojentos
    A cidade será livre das amarras do (trecho excluído pela moderação)

  5. Coronel sarue dona encarnação sua família sua de nossa cidade pra bem longe chega de amarração e nossa cidade

Deixe uma resposta

Fechar Menu