Opiniões

Previcampos — Nota oficial ecoa Garotinho: “desequilíbro atuarial”

Sobre a polêmica da proposta de lei nº 1331/2016, assinada pela prefeita Rosinha Garotinho (PR), que visa disponibilizar todos os bens imóveis do municipalidade para cobrir o rombo deixado por seu governo no Previcampos, a Prefeitura emitiu no final da noite de ontem uma nota oficial.

Em respeito ao contraditório, segue abaixo a versão oficial rosácea, cujo teor é muito semelhante à manifestação anterior (aqui) de Anthony Garotinho (PR) na democracia irrefreável das redes sociais:

 

Previcampos

 

Este post tem 5 comentários

  1. Deixa ler bem p ver se entendi.
    A migração de 4 mil funcionários celetista p o regime estatutário causou esse déficit? Estão falando em 400 milhoes, é isso mesmo? P causar um déficit desse tamanho, quanto eles ganhavam?
    Fala sério?
    Um cidadão condenado por formação de quadrilha, com suspeita de compra de voto com cartão cidadão e com suspeita de receber propina da Odebrech tem uma declaração dessa confiável?

  2. Não !!!!!!! Não confio neste governo
    Fez assim com o Rio Previdência qdo foi Governador.Esvasiou .

  3. Minha esposa era dentista da prefeitura e faleceu em janeiro deste ano e desde então, até hoje, a Prefeitura não me pagou nenhum centavo referente ao direito meu e do meu filho ainda em fase escolar. Neste sentido, logo que dei entrada, ainda em janeiro, uma funcionária do protocolo me perguntou se eu tinha outra renda, pois tinha um monte de pessoas a espera do pagto de pensões e que já duravam mais de 12 meses.Este mês, fui obrigado a constituir dois advogados previdenciaristas. Hoje, diante dos fatos divulgados pela imprensa, percebo o motivo; um rombo nas contas da Previcampos feita pelo casal.

  4. Caro Aluysio
    Essa nota divulgada pela Prefeitura é uma tremenda enganação. A Previcampos precisa é de recursos financeiros para pagar aos aposentados e pensionistas. Naturalmente que teria que vender todos esses imóveis para fazer caixa. Porém, todos são inalienáveis:
    MUSEU OLAVO CARDOSO -o imóvel foi doado a municipalidade com a finalidade única de abrigar o museu. Se for dada outra finalidade ao prédio a família doadora poderá pegá-lo de volta. Basta alguém ler o testamento
    TEATRO TRIANON – Até hoje não existe escritura que ateste a legitimidade de posse, de direito, por parte da prefeitura. Uma “pendenga” na justiça rola até hoje com relação aos interesses dos antigos proprietários do terreno onde o teatro foi edificado.Quem ousar adquirir os citados imóveis terão dor de cabeça no futuro.
    CIDADE DA CRIANÇA – um investimento alto que pouco retorno traria aos investidores. Explorar comercialmente como entretenimento o resultado financeiro seria muito baixo, além de estar encravado num local de poucas opções de estacionamento.
    MERCADO MUNICIPAL – os comerciantes que alí estão pagam taxas irrisórias como aluguel. Quem se atreviria de despejar os feirantes ?
    CENTRO ADMINISTRATIVO (CESEC) – O investidor teria que demolir o prédio valendo-se apenas do terreno, localizado em ótima área.
    CEPOP – Quem ousaria adquirir um elefante branco ? Lembram da história do dono de um circo que adquiriu um e… faliu?
    Além do mais a Prefeitura, para alienar imóveis, teria que possuir CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITO. Isto é praticamente impossível pois e devedora de contribuições previdenciárias, Fgts, etc.

  5. MENTIRAS, MENTIRAS e mais MENTIRAS !!!

    A unica coisa que GAROTINHO faz com maestria e MENTIR !!!

    Nessa nota mentirosa GAROTINHO e sua trupe tentam mais uma vez enganar uma cidade inteira…

    Porem nao explica o SUMICO DO DINHEIRO DA PREVIDENCIA…

    JA FEZ ISSO NO ESTADO E FAZ AGORA DE NOVO…

    O PIOR E VER QUE AS AUTORIDADES SE CALAM, NADA FAZEM NESSA ESCANCARADA CORRUPCAO…

    LAMENTAVEL…

    FALAM EM 400 milhoes COMO SE FOSSEM 10 REAIS…. E MUITA GRANA !

    Agora entendo como GAROTINHO banca toda essa estrutura…

Deixe uma resposta

Fechar Menu