Opiniões

Marcão propõe pagamento de dezembro aos RPAs desligados

 

 

 

Na sessão de ontem da Câmara, que se alongou pela noite até o início da madrugada de hoje, uma polêmica dominou a parte final: o pagamento dos servidores municipais por Recibo de Pagamento Autônomo — os conhecidos RPAs. Com o salário de dezembro de 2016 atrasado, numa das muitas heranças do governo Rosinha Garotinho (PR), parte deles foi desligada pelo nova administração, que tem mantido em dia, para quem ficou, os pagamentos destes primeiros meses de 2017.

No final da discussão, o presidente da Câmara, vereador Marcão Gomes (Rede), a encerrou com uma proposta: que o atrasado de dezembro fosse pago, prioritariamente, aos RPAs que foram desligados no governo Rafael Diniz (PPS). Como perderam uma fonte de subsistência, eles seriam os primeiros a receber, após um levantamento. Com a saída salomônica, as galerias ocupadas por muitos dos ex-RPAs rapidamente se acalmaram.

 

Este post tem um comentário

  1. Acalmaram! tá! tem gente soltando fogo pelas narinas, pois trabalhou de verdade!, faz um levantasmento, recadastreamento e veja se estou mentindo, mais publique!, falar em recadastramento qual o resultado do recadastramento do cheque cidadão?

Deixe uma resposta

Fechar Menu