Opiniões

Pudim responde à citação do seu nome nas delações da Odebrecht

 

(Foto: Folha da Manhã)

 

 

“Quando perguntado sobre além da própria campanha e a de Rosinha, se Garotinho fazia campanha de outros candidatos o delator Benedito Júnior responde que no seu entender, Garotinho fazia a própria campanha, a de Rosinha, da filha e de ‘um deputado chamado Geraldo Pudim’, ressaltando que enquanto presidente do PR, Garotinho era o coordenador destas campanhas e de outras que ele não se lembra.

Quanto à citação do meu nome, feita pelo senhor Benedito Júnior, trata-se de uma vingança anunciada, já que em fevereiro de 2013 eu entrei na Procuradoria da República com uma Notícia Crime, denunciando o esquema de lavagem de dinheiro do então secretário de Saúde Sérgio Côrtes, esquema que abriu as investigações e o levaram a prisão, e que envolve sua esposa e a do delator Benedito Júnior. Na denúncia informei que as duas senhoras eram sócias na joalheria Blume, em Ipanema, criada para lavagem de dinheiro. Em anexo, encaminho a Notícia Crime protocolada no ano de 2013”.

___________________________________

 

Segue a via digitalizada do protocolo do Ofício GDGP nº 67/2013, datado em 26/02/2013, Notícia Crime cumulada com Representação por Atos de Improbidade Administrativa em face do Sérgio Côrtes. Trata-se da primeira parte composta por 06 páginas; o anexo que a compõe pode ser extraído da denúncia completa em word.

 

 

 

 

 

 

 

Da assessoria do deputado estadual Geraldo Pudim (PMDB)

 

Aqui e aqui, o jornalista e blogueiro Saulo Pessanha já havia tratado do assunto

 

Este post tem um comentário

  1. Bom dia. Os argumentos do Pudin são fracos e usuais!!! Ficar de boca fechada traria menos constrangimento! !!
    Sds

Deixe uma resposta

Fechar Menu