Campos dos Goytacazes,  21/10/2017

 

por Aluysio Abreu Barbosa

Um ano da ocupação do Teatro de Bolso pelos artistas de Campos

 

Momento em que os artistas entraram no Teatro de Bolso, em 09/05/16, para ocupá-lo (Foto: Rodrigo Silveira – Folha da Manhã)

 

Na primeira noite de ocupação, os artistas não se intimidaram com a pressão da Guarda Civil, que impediu a entrada de água e alimentos para quem estava dentro do TB (Foto: Rodrigo Silveira – Folha da Manhã)

 

Artistas de revezaram dormindo dentro do TB, para manter a ocupação (Foto: Rodrigo Silveira – Folha da Manhã)

 

Logo no dia seguinte à ocupação, os artistas tiveram que limpar o teatro, que estava fechado desde 2014 (Foto: Rodrigo Silveira – Folha da Manhã)

 

Na manhã seguinte à ocupação, em 10/05/16, os vereadores Dayvison Miranda, Marcão Gomes e Rafael Diniz, além do presidente da OAB-Campos, Humberto Nobre, foram ao TB em apoio aos artistas (Foto: Tércio Teixeira – Folha da Manhã)

 

Entre a noite do dia 12 à madrugada do dia 13/05/16, Garotinho ocupou o palco central do TB e fez a promessa de reabertra do espaço em 45 dias, descumprida até o finl do governo Rosinha (Foto: Rodrigo Silveira – Folha da Manhã)

 

 

Carro chefe da democracia irrefreável das redes socias, uma das melhores coisas do Facebook são as lembranças de postagens que fizemos naquela mesma data, em anos passados. Daí veio a lembrança de que há exatamente um ano o Teatro de Bolso (TB) Procópio Ferreira foi ocupado (aqui) pelos artistas de Campos, nos extertores do governo Rosinha Garotinho (PR), depois de estar fechado desde 2014.

Então secretário municipal de governo, Anthony Garotinho (PR) visitou a ocupação na noite de 12 de maio de 2016 e tentou negociar com os artistas. Numa reunião que es estendeu pela madrugada do dia 13, ele fez (aqui) a promessa de reabrir o TB em 45 dias. A ocupação se encerrou em 6 de junho, mas o TB só seria reaberto (aqui) pelo governo Rafael Diniz (PPS) em 27 de março deste ano, dia mundial do Teatro.

Na ocasião, o atual prefeito disse estar cumprindo uma promessa pessoal que fizera ao teatrólogo e poeta Anthonio Roberto de Góes Cavalcanti, o Kapi, falecido em abril de 2015: “Devolver o Teatro de Bolso aos seus verdadeiros donos: os artistas de Campos”. Ainda como vereador de oposição, Rafael visitou a ocupação (aqui) no dia seguinte, em 10 de maio de 2016, para levar seu apoio aos artistas.

Em 11 de abril deste ano, o TB finalmente abriu (aqui) o recebimento das pautas dos grupos locais que quiserem apresentar projetos para compor a programação de 2017. No que mudou no mais tradicional espaço dos artistas de Campos desde sua corajosa ocupação há um ano, o blog ouviu seu diretor Fernando Rossi:

 

— Hoje completa um ano da ocupação dos artistas campistas no Teatro de Bolso, uma data emblemática, considerando que hoje o teatro encontra-se com suas portas abertas acolhendo 120 pessoas no curso livre de teatro com duas turmas de 60 alunos de diferentes faixas etárias. Turmas com iniciantes e iniciados. Emocionante ver todo aquele movimento com aulas de corpo e voz. O Teatro sendo um espaço para que todas aquelas possam buscar sua melhor expressão através da arte. Fez lembrar o poeta Ferreira Gullar: “A arte existe porque a vida não basta”. Vale destacar que quase toda pauta do Teatro está completa até final de 2017 com uma programação toda com artistas locaisAo ver esse numero expressivo de pessoas. Eu me pergunto. Porque não fizeram isso antes? A ocupação foi um movimento legítimo, onde unidos hoje os artistas podem colher o fruto de sua luta. A resposta está aí!

 

 

Vídeo da ocupação do Ocupa TB em 09/05/16:

 

 

Compartilhe:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • PDF
  • Technorati

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>