Opiniões

Leda Lyzandro — De que é necessário criar tempo

 

Certa vez, numa varanda de Atafona, a psicóloga e amiga Leda Lyzandro disse que eu escrevia bem. Pois após ler como ela se desabriu ontem aqui, na comunhão das suas memórias com o advogado e músico Rodrigo Magalhães, o Magalha, é a minha vez de dizer: Ledinha, você escreve muito bem!

Na dúvida, leitor, confira na transcrição abaixo:

 

 

Rodrigo Magalha (Foto: Facebook de Leda Lyzandro)

 

 

A sua partida precoce e repentina me deixa várias reflexões. A mais importante delas é algo que eu já sabia na teoria, mas que ainda não havia sentido tão intensamente na prática. De que é necessário reservar tempo, criar tempo, fabricar tempo para encontrar quem amamos. O virtual está muito longe de substituir isso.

Ficará em mim o lamento daquele show que não fui, daquele churrasco que não aconteceu e daquela gargalhada que não pude ouvir.

São muitas as lembranças. Os “Anjos da madrugada” no aniversário de Simone, onde o palco era a mesa de sinuca. Show no Auxiliadora. Intermináveis noites em Atafona no inverno bebendo e jogando dicionário e Imagem e Ação. A partida de nosso irmão Gilberto. Conversas, papos-cabeça, lamentos, incentivos… Mas principalmente risadas… Gargalhadas…

Seu sobrinho Carlos lembrou muito bem essa sua mania de colocar apelido nas pessoas. Isso nos fazia rir e sentir especiais. Lá pelos anos 90, numa roda, algum dos alucinados, não me lembro quem, disse que eu me parecia com Luiza Tomé. E eu, toda boba, só pude ouvir a gargalhada de Rodrigo dizendo: “eles tem Luiza Tomé e nós temos Ledinha Tomamé”, apelido que, diga-se de passagem, me caiu como uma luva. Desde então me chamava ora de Tomamé, ora de Babalu e eu amava os dois apelidos!

Sei que ele está cercado de luz, porque ele é luz. Sou grata a Deus por ter tido o privilégio de tê-lo como amigo! Digo até breve, porque todo tempo humano, mesmo longo, é sempre breve! Assim como é sempre breve e é sempre pouco o tempo que dividimos com quem amamos!

Siga em paz, meu amigo!

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu