Opiniões

Banco do Brasil de SJB amanhece com porta perfurada e gerente não faz ocorrência

 

Perfuração, aparentando buraco de bala, e trincado na porta da agência do BB em São João da Barra, hoje de manhã (Foto: Elder Amaral – Parahybano)

 

 

(Foto: Elder Amaral – Parahybano)

 

Tiro ou não? Vandalismo ou tentativa de roubo? O fato é que a porta de vidro da agência do Banco do Brasil (BB) em São João da Barra (SJB), na avenida Joaquim Thomaz de Aquino Filho, principal da cidade, amanheceu trincada e com a marca de uma perfuração, como a foto evidencia. E o registro de ocorrência e a perícia no local sequer foram feitos.

Apesar de ter ressalvado não ser perito e não estar tecnicamente capacitado para definir a questão, o tenente coronel Fabiano Souza, comandante do 8º BPM, disse que “a priori, não teria sido tiro”. Segundo ele explicou, uma viatura da PM percebeu no início da manhã de hoje a porta da agência trincada. Os PMs esperaram a chegada dos funcionários para verificar sinais internos, sem que nada tivesse sido encontrado.

A PM levou o fato à 145ª DP, mas o gerente não quis ir junto para registrar a ocorrência, informando que o faria mais tarde. Até o presente momento, o gerente não apareceu na DP e a ocorrência não foi feita. Sem ela, não foram solicitadas as imagens das câmeras de segurança, nem foi realizada a perícia, única forma de se definir o que houve de fato durante a madrugada. Informações dão conta de que, mesmo sem a perícia, a porta já teria sido consertada, o que torna muito difícil qualquer análise posterior.

 

Atualizado às 17h49

 

Este post tem 5 comentários

  1. Essa conversa de “40 policiais” está ficando repetitiva, a mesma coisa quando falam do governo de Rafael Diniz sobre o tempo de governo e ainda está parado, com cheiro de garotinho entranhado na cidade… (Trecho excluído pela moderação) eee Campos, cidade parada…

    1. Caro Marcos Paulo,

      Vai ficar menos repetitiva quando os 40 PMs voltarem e a onda de crimes no NF diminuir. Eee óbvio!

      Abç a grato pela participação!

      Aluysio

  2. Pode voltar “40 policiais” e trazer mais 40, que enquanto a educação, o transporte (baderna das vans e lotas) e a “saúde” de Campos não melhorar, duvido que vá diminuir. E sobre ser “governo”, eu estou errado??? eee Campos…

    1. Caro Marcos Paulo,

      Certo que educação, o transporte (baderna das vans e lotadas) e a “saúde” de Campos precisam melhorar. Qt à Segurança Pública, não só de Campos, mas de todo o NF atendido pelo 8º BPM, só saberemos quando voltarem os 40 policiais transferidos ao Grande Rio. Mais uma vez: eee óbvio!

      Abç a grato pela participação!

      Aluysio

  3. Absurdo não querer registrar na delegacia qualquer tipo de ocorrência, ainda mais nos dias de hoje em que isso pode ser feito pela internet ou aplicativo de celular. Não registrando significa que o município fica sem estatísticas para reivindicar o aumento do efetivo necessário da PM ou aumento do número de viaturas. A violência está em uma escalada progressiva a população precisa agir cobrando das autoridades providências, recursos e o que for necessário.Cadê as verbas do município para a segurança publica, para manutenção dos veículos, cursos de capacitação dos Guardas Municipais e o que mais for preciso para garantir a tranquilidade.

Deixe uma resposta

Fechar Menu