Opiniões

Sábado entre Tributo a Magalha, em Campos, e Cineclube Atafona

 

Toda dúvida é boa quando se divide entre escolhas ainda melhores. Na dica de programação para este sábado (2), o blog compartilha um dilema pessoal do blogueiro.

 

 

Se você, leitor, for ficar em Campos, não dá para perder a homenagem ao advogado, professor e músico Rodrigo Magalhães, o Magalha, morto precocemente aos 48 anos, no último 23 de maio. Organizado por sua banda, a CrossTime, o Tributo a Rodrigo Magalha começa às 14h, na Ponto B (rua da Baronesa, nº 68), sem hora para acabar.

Para matar saudades e ter uma prova do que está por vir, confira no vídeo abaixo um pouco da guitarra de Magalha:

 

 

Na programação do Tributo a Magalha estão também as bandas Day Trippers, Mythical Mind, Reubes Pess Band, Rock Motor, Voxer, Miolo Radioativo e 4.0 Acústico, sem contar algumas participações individuais especiais. Para unir rock, homenagem a um grande cara (relembre aqui) e solidariedade, se pede que cada presente leve consigo 1 kg de alimento não perecível para doação.

 

Visual literalmente de cinema do Cineclube Atafona

 

Mas se sua opção, leitor, for aproveitar o friozinho na praia mais charmosa da região, o Cineclube Atafona é outra ótima pedida para passar o sábado, próximo à foz do rio Paraíba do Sul. O evento da CasaDuna (no cruzamento da av. Atlântica com a rua Julio Souza Valê Júnior, a Rua do Valão) tem entrada franca e começa às 18h, com a sessão do filme brasileiro “Que horas ela volta?” (2015), de Anna Muylaert, que traz Regina Casé no elenco.

Confira abaixo o trailer do filme:

 

 

À beira do oceano Atlântico, a programação do Cineclube  terá sequência às 20h30, com a exibição de outro longa nacional: “Ventos de agosto” (2014), de Gabriel Mascaro, cuja história guarda muita semelhança com a própria Atafona. A curadoria do evento é de Júlia Naidin, Filipe Codeço e Fernando Codeço.

Confira abaixo o trailer da última atração do sábado atafonense:

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu