Campos dos Goytacazes,  19/06/2018

 

por Aluysio Abreu Barbosa

Após prisão, Lula cai, mas ainda lidera. Bolsonaro e Marina crescem

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera corrida à presidência da República com 31% das intenções de votos no melhor cenário, mas viu a diferença diminuir em relação aos seus principais adversários após ser preso pela operação Lava Jato, segundo pesquisa divulgada no início da madrugada deste domingo pelo Datafolha. No fim de janeiro, no levamento anterior, o petista tinha até 37%.

O levantamento divulgado neste domingo é o primeiro após Lula ter sido preso. A pesquisa também mostrou que os pré-candidatos Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) herdam dois de cada três apoiadores do ex-presidente. Nos cenários sem Lula, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 17% das intenções de voto, empatado tecnicamente com Marina Silva (Rede), entre 15% e 16%.

 

Antes de entregar à Justiça e ser preso, Lula passou duas noites no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo Foto: Amanda Perobelli/Estadão

 

A pesquisa foi realizada entre quarta-feira (11) e sexta-feira (13) – Lula foi preso no sábado, 7, após se entregar na sede da Polícia Federal, em Curitiba. O PT ainda considera o ex-presidente candidato do partido ao Planalto e diz que irá registrá-lo dia 15 de agosto. A condenação em segunda instância, no entanto, faz com que ex-presidente se enquadre na Lei da Ficha Limpa. O registro depende de aprovação do Tribunal Superior Eleitoral.

O Datafolha traçou 9 cenários na corrida presidencial.  Lula aparece em três deles e oscila entre 30% e 31%, à frente do deputado Jair Bolsonaro (PSL), que varia entre 15% e 16%, e Marina Silva (Rede), com 10%. Nos outros seis cenários, sem a presença do ex-presidente Lula, Bolsonaro e Marina Silva aparecerem tecnicamente empatados. O deputado federal lidera com 17% e a ex-ministra oscila entre 15% e 16%.

Em todos os cenários, o instituto de pesquisa colocou o nome do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, apontado pelo seu partido, o PSB, como pré-candidato ao Planalto. Barbosa, que ainda não admitiu publicamente se será ou não candidato, oscila entre 8% e 10% das intenções de voto. Já o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB, aparece com 6% e até 8% no melhor dos cenários.

 

Fonte: Estadão

 

Compartilhe:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • PDF
  • Technorati

3 comments to Após prisão, Lula cai, mas ainda lidera. Bolsonaro e Marina crescem

  • Alphred Chicrala

    Bolsonaro leva essa fácil!

  • Salim Borges Baptista

    Deus que nos livre, mas acho que sem Lula, o Bolsonaro tem de tudo pra ser eleito.

  • Aluysio Abreu Barbosa

    Caro “Eu mesmo”, comentarista das 12h41, IP: 172.68.27.171,

    Por motivos de ordem ética e legal, comentários anônimos não são aceitos por nenhum blog hospedado no Folha 1. Pena, pq o seu oferecia contraditório, sempre desejado ao debate, em relação aos dois comentários acima. Se quiser repetir o seu, ou fazer qualquer outro, sobre esse ou qualquer outra postagem, favor usar seu nome verdadeiro. Liberdade, pelo menos nos blogs hospedados no Folha 1, tem que rimar com responsabilidade.

    Grato pela compreensão!

    Aluysio

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>