Opiniões

TRE indeferiu liminar do Rede contra vereador Marcão

 

 

 

Negada liminar contra Marcão

Ontem (11), a jornalista Berenice Seara noticiou (aqui) no jornal carioca Extra o processo por infidelidade partidária contra o vereador Marcão Gomes. Presidente da Câmara Municipal de Campos e pré-candidato a deputado federal, ele foi para o PR, deixando o Rede, cujo diretório estadual agora busca o mandato de vereador no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para o suplente Tiago Miquilito. O que o jornal carioca não informou é que o relator do processo no TRE, desembargador Antônio Aurélio Abi Rami Duarte já negou o pedido de liminar da Rede e Miquilito. Estranho, pois isso foi desde 2 de maio, 9 dias antes da nota de ontem.

 

 

 

Decisão liminar do desembargador do TRE Antônio Aurélio Abi Rami Duarte, favorável a Marcão, desde 2 de maio

 

Antagonista do “Chucky”

Apesar do que não noticiou sobre o caso, que aguarda o julgamento do mérito no TRE, Berenice especulou que na Câmara de Campos “vereadores já falam no retorno de Marco Bacellar (PDT) ao cargo de presidente”. Vereador experiente e combativo, Bacellar é um dos mais ferrenhos opositores na política goitacá ao ex-governador Anthony Garotinho (PRP), a quem apelidou de “Chucky” no passado, em referência ao personagem malévolo da franquia de filmes de terror “O Brinquedo Assassino”.

 

“Não passa de especulação”

Indagado pela coluna, Bacellar desmentiu ontem a especulação sobre seu retorno à presidência do Legislativo goitacá, a partir do processo de infidelidade partidária contra Marcão: “Isso não existe dentro da Câmara. Nunca me pronunciei sobre isso. E nem soube que nenhum vereador tenha dito uma palavra sobre o caso. A eleição da mesa diretora é em dezembro. Não há nenhum motivo para que essa discussão seja adiantada agora. Não passa de especulação”.

 

Prioridade dos Bacellar

Especulações (e seus insondáveis motivos) à parte, Bacellar tem se dedicado na vida real a ajudar na pré-candidatura do seu filho, o advogado Rodrigo Bacellar (SD), a deputado estadual. Jovem bastante articulado, não só em Campos e região, mas na cidade do Rio, Rodrigo tem atraído ao seu grupo nomes respeitados, como o ex-tucano Alexandre Buchaul. Nos limites impostos pela legislação eleitoral, ele tem trabalhado na organização do partido para as eleições de outubro, em mais de 30 municípios, entre Norte, Noroeste e Sul Fluminense, Regiões Serrana e dos Lagos, além do grande colégio eleitoral da Baixada Fluminense.

 

Articulação

Se confirmar sua candidatura a deputado estadual, o grande parceiro de Rodrigo Bacellar, sobretudo na Baixada Fluminense, tende a ser o deputado federal Áureo (SD), de Duque de Caxias, que pretende concorrer à reeleição. Outra possibilidade de aliança é com o deputado federal Alexandre Valle (PR), de Itaguaí, que também deve tentar renovar seu mandato. Em endosso das boas relações políticas dos Bacellar com Marcão, caso este confirme sua candidatura à Câmara Federal, há ainda a chance da dobrada deste com Rodrigo no município de São João da Barra.

 

Gregos e troianos

Marcão também tem ampliado o conhecimento do seu nome pela região. Na quinta (10), ele recebeu o título de cidadão de Itaperuna, na comemoração dos 129 anos de emancipação do município polo do Noroeste Fluminense. O vereador de campos agradeceu à presidente do Legislativo, Amanda Corrêa Braga Pacheco (PDT), e ao vereador Sinei dos Santos Menezes (PTN) pela indicação, que também homenageou a ex-prefeita Rosinha Garotinho (Patriota), natural de Itaperuna. Nos aplausos da plateia, o filho Wladimir Garotinho (PRP), o vereador Thiago Ferrugem (PR) e seus colegas afastados Linda Mara e Thiago Virgílio (ambos do PTC).

 

Desculpas devidas      

Reza o dito popular que perguntar não ofende. Isto posto, será que os arautos do Facebook que se prestaram rapidamente a especular que a vereadora carioca Marielle Franco (Psol) e o motorista Anderson Silva teriam sido executados a tiros por traficantes, vão agora pedir desculpas publicamente em suas linhas do tempo? Ou vão guardar o devido ato de contrição para quando PMs, ex-PMs e milicianos responsáveis pelo crime covarde forem finalmente presos?

 

Publicado hoje (12) na Folha da Manhã

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu