Campos dos Goytacazes,  19/07/2018

 

por Aluysio Abreu Barbosa

Modric dá vitória a Croácia e faz pensar: por que não produzimos mais jogadores assim?

 

Categoria de Modric contra a Nigéria

 

Por conta do trabalho na cobertura da Copa da Rússia, ironicamente não pude assistir ao primeiro tempo de um dos confrontos que prometiam nesta primeira rodada: Croácia x Nigéria. Mas conferi o segundo tempo, quando aos 26 minutos foi ampliada a vitória croata para 2 a 0.

Não só por ter cobrado com muita categoria o pênalti bem marcado pelo árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci, mas pela capacidade de ler e mudar o jogo, dá um grande prazer ver o meia Luka Modric jogar.

Como a seleção da Croácia depende mais dele do que o Real Madrid, no qual brilha em meio a tantas estrelas, Modric notou que a Nigéria pressionava pelo empate no segunto tempo, enquanto perdia de apenas 1 a 0. E, ato contínuo, ele saiu da meia cancha para se aproximar do seu ataque e equilibrar a presão africana.

 

Sob a festa da torcida, jogadores da Croácia abraçam seu craque, após ele definir a partida (Foto: Jamie Squire/FIFA/Getty Images)

 

O resultado? Com volume de jogo igualado, Modric cobrou o escanteio que gerou o pênalti, também batido por ele, bola para um lado, goleiro para o outro. Garantidos os três pontos, a Croácia fica em posição privilegiada no difícil Grupo D, com o empate de 1 a 1 (aqui) entre Argentina e Islândia.

Ao brasileiro com algum conhecimento de futebol, ver Modric em campo torna inevitável o questionamento: após décadas com pelo menos um meia criativo em cada time de primeira divisão do país, como e por que paramos de produzir jogadores como esse cerebral croata?

 

Compartilhe:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • PDF
  • Technorati

2 comments to Modric dá vitória a Croácia e faz pensar: por que não produzimos mais jogadores assim?

  • Romário

    Primeiramente acho seu comentário raso e um pouco oportunista. Modric é um ótimo jogador, um dos melhores meias do mundo. Porém, se você pegar a “nova” safra no Brasil muitos jogadores têm esse perfil. Paquetá e Arthur são exemplos disso. Abraço!

    • Aluysio Abreu Barbosa

      Caro Romário,

      Primeiramente, acho que não levar Arthur à Copa da Rússia foi um erro de Tite. Talvez seja o melhor jogador ainda em atividade no futebol brasileiro. Mas tentar nivelá-lo a Modric, e na mesma altura de Paquetá, só pode ser oportuno para se afogar no raso. Mesmo para um torcedor do Flamengo.

      Abç e grato pela oportunidade da constatação!

      Aluysio

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>