Opiniões

Protagonistas do Penta apoiam Neymar na busca do Hexa ao Brasil

 

Para muita gente boa, Ronaldo Fenômeno foi o maior camisa 9 do futebol mundial. E ninguém que duvida que Rivaldo tenha sido um dos maiores camisas 10 da Seleção Brasileira. Juntos, eles foram os principais responsáveis pela conquista do Penta, em 2002, nos campos do Japão e Coreia do Su. Hoje, ambos entraram de novo em campo. Mas na defesa: de Neymar.

O craque presente do Brasil tem sido alvo (aqui) de um bombardeio da crítica internacional por suas simulações nos quatro jogos da Copa da Rússia.

 

Ronaldo Fenômeno e Neymar

 

— O futebol tem muitas visões e interpretações. Eu sou contra essas opiniões. Eu acho que o Neymar usa de maneira muito inteligente a sua mobilidade para se defender de todas as pancadas e porradas que leva durante o jogo. Acho que os árbitros tem sido pouco protetores com ele. Eu era alvo de jogadas violentas repetidamente e me sentia injustiçado. Essas críticas são bobagens. O resultado que ele está entregando para a Seleção Brasileira é maravilhoso. Temos que ser mais técnicos nos comentários e menos conversa fiada de boteco — alfinetou Ronaldo em entrevista.

 

Rivaldo e Neymar

 

— Neymar, jogue como sempre jogou e não se preocupe com os comentários dos outros países, porque muitos já estão em casa. Se tiver que driblar, drible; se tiver que dar chapéu, dê. Se tiver que fazer gol, faça. Se tiver que cair com as faltas, caia. E se tiver que ganhar tempo no chão, ganhe. Porque todos fazem o mesmo. O problema é que você é o cara da Copa e ídolo do nosso país e, infelizmente, isso está incomodando muita gente, eu não sei por quê. Vai pra cima, como sempre e continue nos encantando com teu futebol — pregou Rivaldo nas redes sociais.

Com esse apoio, fica um único lamento: o tempo que separou os três craques no campo.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu