Opiniões

Rafael Diniz em entrevista na Folha sobre dois anos de governo

(Foto: Antonio Leudo – Folha da Manhã)

 

Arrumar a casa. Para o prefeito de Campos, Rafael Diniz (PPS), essa foi a principal obra dos seus dois primeiros anos de governo. Restaurante Popular, Hospital São José, instalação do ponto biométrico para o servidor, melhorias no Mercado Municipal e eleição direta para os diretores de escola estão entre seus planos para 2019, ano considerado fundamental à definição das urnas de 2020. Sobre estas o prefeito preferiu não falar, alegando ser “desvio de foco”. Confirmou, no entanto, que será candidato à reeleição, evitando tratar de possíveis adversários: “todo cidadão tem o direito de se candidatar”. Disse confiar na aprovação das suas contas de 2017 pelo TCE, falou do novo presidente da Câmara, Fred Machado (PPS), assim como da sua irmã, a prefeita sanjoanense Carla Machado (PP). Do atual, o vereador Marcão (PR), cuja entrada no governo deve acontecer em fevereiro, ele não quis adiantar a pasta, nem qualquer outra mudança no secretariado, mas admitiu: “é hora de avançar politicamente”.

 

Leia a íntegra da entrevista de Rafael Diniz na edição deste domingo (30) na Folha da Manhã

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu