Opiniões

Vereador de SJB é a nova vítima da canalhice travestida de jornalismo

 

 

“Em qualquer lida humana há profissionais ótimos, bons, regulares, ruins e péssimos. E, abaixo destes, há os canalhas. São aqueles cuja ausência de ética transcende a profissão para atentar contra a própria humanidade que deveria referenciar todas”. Foi o que este blog registrou aqui, em 20 de setembro de 2017, para classificar devidamente quem buscava explorar um feminícidio para fins políticos, no que de mais baixo pode haver no “jornalismo” da região.

Pois hoje, o mesmo site caça-níqueis aprontou outras das suas torpezas. A vítima desta vez foi o vereador sanjoanense Alex Firme (PP), que ontem renunciou do cargo de presidente de Câmara Municipal de São João da Barra, por motivos pessoais. Estes foram explorados de maneira vil, sob o título “Tem coisa no celular”. Como deve ser no jornalismo digno do nome, a renúncia foi noticiada aqui em primeira mão, no blog do Arnaldo Neto.

Para quem é conhecido no meio jornalístico local desde a vexatória manchete “Pânico em Carapebus” (relembre aqui), no dia seguinte do atentado às Torres Gêmeas de Nova York, em 11 setembro de 2001, pouca coisa deveria supreender. Mas diante dos sucessivos exemplos de canalhice travestida de noticiário, talvez fosse o caso de se perguntar: Tem coisa mais abjeta no jornalismo da região?

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu