Opiniões

Oncologia de Campos: Wladimir libera R$ 2,4 milhões e extra de R$ 1,5 milhão/mês

 

 

Em 26 de junho, a Folha anunciou aqui que o deputado federal Wladimir Garotinho (PSD) conseguiu liberar R$ 2 milhões, junto à secretaria estadual de Saúde, acumulados desde novembro de 2018 no atendimento oncológico extrateto prestado pelo Hospital Álvaro Alvim. Hoje o parlamentar procurou o blog para informar que o valor na verdade é de R$ 2,4 milhões. E anunciou que conseguiu também liberar R$ 500 mil/mês de extrateto para os serviços oncológicos que venham a ser prestados pelas Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacons) do Álvaro Alvim, da Beneficência Portuguesa e do Hospital Dr. Beda.

A articulação do deputado se deu com o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, com base na Resolução SES 1748, datada de 16 de outubro de 2018. Todo o serviço oncológico de saúde pública credenciado junto ao Governo do Estado têm tetos pré-fixado para atendimento. O que há havia sido prestado além deste limite pelo Álvaro Alvim, Wladimir conseguiu liberar os R$ 2,4 milhões represados desde novembro. E agilizou o credenciamento da Beneficência e do Beda. A partir de agora, as três Unacons de Campos terão no total R$ 1,5 milhão mensais para atender além do teto.

 

Este post tem um comentário

  1. Parabéns a Folha em divulgar essa matéria que é bem vinda, as três unidades de saúde da nossa cidade.

Deixe uma resposta

Fechar Menu