Opiniões

Bloqueio de conta impede médicos receberem da Prefeitura. Pagamento sai nesta 4ª

 

 

Anunciado ontem (aqui) em carta aberta do prefeito Rafael Diniz (Cidadania) aos médicos de Campos, em greve desde o último dia 7, o repasse prometido para hoje dos 50% das gratificações e substituições não aconteceu. E provocou revolta na categoria. O dinheiro foi depositado pela Prefeitura de Campos na manhã de hoje ao Santander. Mas não foi disponibilizado aos médicospor um problema com a conta, bloqueada por motivo judicial não esclarecido. E nota oficial divulgada às 21h29, a Prefeitura garantiu: “Logo no início da manhã desta quarta-feira (21) será feito o reprocessamento da folha, para pagamento no decorrer do dia”.

Abaixo, a íntegra da nota da Superintendência de Comunicação (Supcom):

“A Prefeitura de Campos informa que, embora o recurso tenha sido disponibilizado por ela em conta nesta terça-feira, houve um bloqueio judicial, ainda não identificado. Assim, apesar de a Prefeitura ter feito o depósito, o banco não efetuou o repasse aos servidores. Logo no início da manhã desta quarta-feira, será feito o reprocessamento da folha, para pagamento no decorrer do dia”.

 

Rafael Diniz e José Roberto Crespo (Montagem: Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

Informado ao blog da causa do problema, antes da nota oficial da Prefeitura, o presidente do Sindicato dos Médicos de Campos (Simec), José Roberto Crespo falou:

— Até agora o que sabemos é que o dinheiro não entrou efetivamente na conta dos médicos. Não sei se foi uma falha do município, da administração ou da instituição bancária. Mas havia o compromisso moral de se pagar hoje. Ontem, já ao final do expediente, fui chamado pelo secretário de Saúde (Abdu Neme, PR), que garantiu que os 50% das gratificações e substituições, que deveriam ter sido depositados na íntegra desde o dia 16, seriam acertados hoje. A reação da categoria é de desconfiança, de descrédito. Os profissionais passam a se achar um joguete. É o que corre nos grupos de WhatsApp da categoria.

 

Abdu Neme e Genásio (Montagem: Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

Enquanto a questão do pagamento de 50% das gratificações e substituições não é esclarecida, a Câmara Municipal de Campos acaba de aprovar a convocação do secretário Abdu Neme para debater as Saúde Pública de Campos em audiência pública, com data ainda a ser defnida. A informação foi postada aqui no blog De Fato, do Aldir Sales. A convocação de Abdu, por iniciativa do líder governista, vereador Genásio (PSC), já havia sido antecipada aqui, desde o dia 12, neste Opiniões.

 

Leia a cobertura completa na edição desta quarta (21) da Folha da Manhã

 

Este post tem um comentário

  1. sem comentários…

Deixe uma resposta

Fechar Menu