Opiniões

Na Folha FM 98,3, secretário de Desenvolvimento Ambiental projeta Parque até 2020

 

Secretário de Desenvolvimento Ambiental de Campos, Leonardo Barreto foi o convidado de hoje no Folha no Ar (Foto: Isaias Fernandes – Folha da Manhã)

 

Se a educação ambiental se faz com exemplo, o Folha no Ar 1ª edição da manhã de hoje (09), na Folha FM 98,3, foi didático. Durante o programa, que troxe como convidado o biólogo e secretário de Desenvolvimento Ambiental de Campos, Leonardo Barreto, dois telespectadores pediram (aqui) mudas de ipê amarelo, árvore símbolo da cidade, em comentários no streaming do programa na página da Folha FM no Facebook. E  foram atendidos em tempo real pelo Wilson Duarte, da secretaria municipal cujo titular era entrevistado. Para quem também quiser adotar uma árvore, iniciativa que é um dos carros chefes do Densenvolvimento Ambiental goitacá, o contato pode ser feito pelo número 981689588.

Usando o exemplo de Campos, Leonardo contestou a “indústria das multas ambientais”, sempre lembrada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que acabou gerando queimadas na Amazônia e o repúdio internacional. Na interatividade que tem se tornado marca do Folha no Ar, outro comentarista ao vivo de hoje foi o professor Carlão Rezende. Candidato a reitor da Uenf na disputa do segundo turno, que é o convidado do programa nesta quinta (12), dia seguinte à entrevista com seu adversário Raúl Palacio, Carlão lembrou em comentário que no Brasil não se paga mais de 5% das autuações ambientais. Leonardo respondeu que em Campos esse índice é um pouco maior. Mas ressaltou que a ação da sua pasta é mais educacional do que punitiva.

Um dos tantos quadros cuja formação a cidade deve à Uenf, onde se graduou em biologia, o secretário de Desenvolvimento Ambiental analisou a eleição a reitor da universidade mais importante de Campos e da região. Elogiou os dois candidatos que disputarão o segundo turno, assim como o que ficou na disputa do primeiro, o também professor Enrique Medina-Acosta. Mas evitou tomar partido. Seu posicionamento político foi mais assumido na defesa da reeleição do prefeito Rafael Diniz (Cidadania), cujo governo integra. Ele ressaltou a liberdade que tem do prefeito, em busca do desenvolvimento econômico do município ambientalmente sustentável. Como destacou as dificuldades financeiras da cidade, com a queda vertiginosa das receitas do petróleo.

Fruto dos tempos áureos dos roylaties, a reforma da Praça São Salvador promovida e muito criticada no governo Arnaldo Vianna, foi ironizada pelos comentaristas do programa, por ter promovido a derrubada de todas as árvores que davam sombra e amenizavam o calor no coração da cidade. “Sr. secretário, não tem um projeto para arborizar a praça São Salvador? Fizeram pior que a Amazônia com a praça!”, disse o assíduo telespectador do programa Mauricio Furel Baptista. Leonardo respondeu que não há projeto neste sentido, pelas dificuldade que seria quebrar o calçamento feito em toda a praça. Mas falou do principal objetivo da sua pasta: a criação (aqui) do Parque Ecológico Municipal, em terreno de 320 mil m² localizado na avenida Arthur Bernardes.

Apesar da Prefeitura não ter divulgado prazo para início e conclusão da obra, Leonardo anunciou hoje no Folha no Ar que seu objetivo é entregar o Parque Ecológico à população até o final de 2020.

Nesta terça (10), o entrevistado do programa será o servidor público federal e blogueiro da Folha Edmundo Siqueira. Como tem se dedicado à cobertura da eleição a reitor da Uenf, assim como fez com a recente greve dos médicos da Saúde Pública de Campos, os dois assuntos integrarão a pauta, sempre a partir das 7h da manhã na Folha FM 98,3.  Confira a programação da semana aqui.

Abaixo os vídeos dos três blocos do Folha no Ar de hoje, com Leonardo Barreto:

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu