Opiniões

Suspeito de atropelamento em Grussaí é intimado para se apresentar nesta terça

 

Leonardo Siqueira Rodrigues, identificado pela vítima do atropleamento em Grussaí como condutor do quadriciclo (Foto: Facebook)

Identificado como autor do atropelamento doloso de uma banhista nas areias da praia de Grussaí (reveja o caso aqui), no início da tarde de domingo (02), Leonardo Siqueira Rodrigues, de 36 anos, foi intimado hoje em Campos, na presença do seu advogado, para prestar esclarecimentos sobre o caso na 145ª DP de São João da Barra. Ficou acordado que ele o fará amanhã (04). Ontem, ao ser contactado por telefone pela Polícia Civil, ele disse que o faria hoje (03). Mas, segundo o suspeito, teria atrasado porque seu advogado estava fora da cidade. Em depoimento ainda ontem à mesma 145ª DP, ele foi apontado como condutor do quadriciclo, no qual levava ainda uma mulher e uma criança, que parou, deu ré e acelerou para atropelar a banhista Maria Aucilene Mendonça Nunes Teixeira, depois desta tê-lo corretamente advertido: “É proibido trafegar aqui”. A vítima e seu marido, Mauro César de Almeida Teixeira, testemunha do fato, identificaram Leonardo.

Ainda ontem policiais foram à casa de veraneio do suspeito em Grussaí, que estava fechada. Sem comparecer durante a manhã de hoje à 145ª DP, a Polícia Civil fez um novo contato por telefone para acertar a entrega da intimação a Leonardo Siqueira Rodrigues em Campos, onde reside, o que foi feito nesta tarde, já com a presença do seu advogado. O suspeito não é obrigado a falar, nem a comparecer à DP, segundo esclareceu hoje Rodolfo Maraviha, delegado titular de SJB . Ele e o delegado de plantão ontem na Polícia Civil da região, Pedro Emílio Braga, da 146ª DP de Guarus, já tinham afirmado não haver dúvida do dolo (intenção) no atropelamento. Mas Rodolfo adiantou hoje que sua tendência é tipificar o caso como lesão corporal, não tentativa de homicídio. No ar até a noite de ontem, o perfil de Leonardo no Facebook foi apagado.

 

Cópia do boletim de ocorrência na 145ª DP, na qual a vítima e seu marido identificaram como atropelador Leonardo Siqueira Rodrigues, cujo endereço e nome da esposa foram preservados (Reprodução)

 

Filmado e veiculado nas redes sociais, o caso gerou grande repercussão e revolta na região. O primeiro a apurar jornalisticamente o fato foi este “Opiniões”, para o Folha1. Inicialmente, o nome dos envolvidos foi preservado. Mas o suspeito teve que ser identificado depois que a imagem de um homônimo de Leonardo Rodrigues passou a ser veiculada em fake news nas redes sociais, como se fosse o condutor do quadriciclo. O nome da esposa do suspeito de fato, também revelado pela vítima e seu marido na 145ª DP, que estaria acompanhando Leonardo no quadriciclo, foi mantido em sigilo. Assim como seu endereço.

 

Atualizado às 16h47 com novas informações

 

Atualizado às 17h25 com a entrega da intimação

 

Confira o vídeo da barbaridade nas areias de Grussaí na tarde de domingo:

 

 

Este post tem 2 comentários

  1. Tem que pedir o parecer do Conselho tutelar, ja que havia uma criança ali, nessa terrivel situação

  2. Terras de coronéis … Isso aqui nunca vai ter jeito .

Deixe uma resposta

Fechar Menu