Opiniões

Defesa de Bolsonaro com ataque inconstitucional ao Congresso, STF e democracia

 

Em Campos, tios do WhtasApp fazem defesa inconstitucional do governo Bolsonaro, pedindo intervenção militar, fechamento do Congresso e do STF (Foto: Genilson Pessanha – Folha da Manhã)

 

Contrariando as recomendações do ministério da Saúde, uma das coisas boas do governo Jair Bolsonaro (sem partido), por conta da pandemia do coronavírus, manifestantes a favor do presidente, contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), saíram hoje às ruas do país. Inclusive em Campos, onde cerca de 200 pessoas se reuniram na Igreja do Saco, saindo em carreata pela cidade.

Ironicamente, grande parte dos manifestantes pró-Bolsonaro foi de pessoas idosas, popularmente conhecidos como tios e tias do WhatsApp, que compõem o maior grupo de risco de morte da Covid-19. Alguns deles, como mostra a foto do protesto em Campos, não tiveram pudor em dar caráter inconstitucional ao protesto, pedindo intervenção militar e fechamento do Congresso e do STF.

Vivêssemos em uma ditadura militar, como a que se encerrou no Brasil em 1985, legando a hiperinflação aos governos civis, seria mais fácil lidar com essa gente. Que evidencia como o bolsonarismo tem sua face de doença no corpo da democracia. E que esta é a única resposta ao que a filósofa judia alemã Hanna Arendt chamou de “banalização do mal”, ao analisar como o homem comum da Alemanha dos anos 1930 foi capaz de se converter em fanático nazista.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu