Opiniões

Covid-19 — A partir de 6ª, Mercado Municipal terá só 4 acessos e controle de fluxo

 

Com controle de fluxe de pessoas no Mercado, fiscalização de fluxo de pessoas no espaço será permanente (Foto: Genilson Pessanha – Folha da Manhã)

 

Motivo de várias reclamações e fiscalizações da Prefeitura, por conta das aglomerações de gente geradas durante a pandemia da Covid-19, o Mercado Municipal de Campos começa a receber amanhã as novas placas de contenção de pessoal. E, a partir já desta sexta (17), só terá quatro pontos de entrada e saída: 1) pela rua Tenente-Coronel Cardoso (Formosa), ao lado da peixaria; 2) pela avenida José Alves de Azevedo (Beira Valão); 3) pelo estacionamento do Mercado, na descida da rua João Pessoa; e 4) pelo corredor do Shopping Popular (Camelódromo), que já está sendo construído para unificar o acesso dos três hoje existentes, na rua Barão do Amazonas.

Compreenda melhor no mapa:

 

Projeto da Codemca para controlar o fluxo de pessoas no Mercado, que começa a ser instalado amanhã e passa a funcionar na sexta (Imagem: Divulgação)

 

Cada um desses quatro pontos terá uma tenda, com fiscais fornecendo álcool gel 70 para higienização das mãos das pessoas que entram e saem do Mercado. Elas também serão orientadas para evitar aglomerações no espaço interno, mantendo o limite de dois metros de afastamento físico nas filas. Posteriormente, também serão distribuídas máscaras de proteção aos consumidores.

Não há um número máximo dos consumidores que serão permitidos ao mesmo tempo no Mercado. A média de frequência diária, nas 12 horas de funcionamento, vai de 1 mil a 1,2 mil pessoas no total. No espaço interno, fiscais contratatados temporariamente estarão em constante comunicação com as quatro tendas de entrada e saída, visando controlar o fluxo de gente.

Todas as informações foram repassadas pelo diretor da Companhia de Desenvolvimento Carlos Vinicius Viana Vieira, a quem coube a tarefa de ordenação do Mercado. As medidas de contenção foram decididas ontem (14) em reunião do prefeito Rafael Diniz (Cidadania) com seu gabinete de crise, montado para combater a pandemia da Covid-19 em Campos.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu