Opiniões

Morre de infarto Vera de Jesus Ferraz, aos 62 anos, 25 deles de Folha da Manhã

Vera de Jesus Ferraz vestndo a camisa da Folha (Foto: arquivo de família)

 

 

Morreu nesta madrugada, de infarto, a admnistradora de empresas Vera de Jesus Ferraz. Ela tinha 62 anos e passou mal em sua casa, sendo socorrida pela família, mas já teria chegado sem vida ao Hospital da Unimed, da cooperativa de médicos que ajudou a implantar na cidade e onde trabalhou por 15 anos. Depois de lá, trabalhou 25 anos na Folha da Manhã. Profissional séria, leal e responsável, Verinha conseguia mesclar seu temperamento forte com sensibilidade humana. O que a tornava capaz tanto de cobrar funções, quanto de sempre se importar com os problemas pessoais do próximo, sem nunca abaixar a cabeça para ninguém. E, não raro, quebrava a pose de mulher durona com sua risada inconfundível.

Verinha não teve filhos, mas ajudou a criar com muito amor seus nove sobrinhos, incluindo Raquel, que sempre a chamou de mãe. E, neste ano difícil, de tantas perdas, deixa órfãos todos os seus familiares uma legião de amigos. Seu enterro será às 16h30 de hoje no Campo da Paz, onde o corpo será velado a partir do final desta manhã de uma segunda-feira triste.

 

Este post tem 2 comentários

  1. Convivi com Vera. Sempre tratou a todos com respeito profissional, atenção e rigor pelo que era correto. No plano pessoal com carinho, no seu modo de ser. RIP

  2. Profundamente triste. Ela deixa comigo excelentes lembranças. Nos dávamos bem porque tínhamos temperamentos parecidos. Uma grande pessoa. Que seu espírito esteja em paz. Meus profundos sentimentos à toda família.

Deixe uma resposta

Fechar Menu