Opiniões

Prisão da PF no Centro de Campos

 

Coberta, Cléa Lúcia Barbosa é conduzida por um agente da PF, após ser presa em seu escritório, enquanto outro federal leva um saco com o material apreendido (foto de Leonardo Berenger)
Coberta, Cléa Lúcia Barbosa é conduzida por um agente da PF, após ser presa em seu escritório, enquanto outro federal leva um saco com o material apreendido (foto de Leonardo Berenger)

 

Ao chegar na Delegacia da PF, a lente de Leonardo Berenger registra o rosto da contadora presa por suspeita de fraudar o INSS
Ao chegar na Delegacia da PF, a lente de Leonardo Berenger registra o rosto da contadora presa por suspeita de fraudar o INSS

 

Por suspeita de articular na região um esquema de fraude no INSS, a contadora Cléa Lúcia Barbosa foi presa pela Polícia Federal (PF), na manhã de hoje, em seu escritório, no Centro de Campos. A ação fez parte da “Operação Vidência”, que foi desencadeada simultaneamente em 10 estados brasileiros, com cumprimento de 11 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão, entre eles o que gerou a prisão de Cléa. Em seu escritório, além da apreensão de computadores, carimbos, foram achadas carteiras de trabalho e certidões de nascimento e de óbito — todos com suspeita de serem falsas e até de pessoas inexistentes. Depois de prestar depoimento na delegacia da PF em Campos, a contadora foi transferida para o presídio Carlos Tinoco da Fonseca.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu