Opiniões

4º) E se Matoso não se eleger?

Em quarto e último lugar, enquanto seu irmão ainda sonha com a possibilidade cada vez mais remota da presidência da República, Nelson Nahim nunca escondeu de ninguém sua maior ambição: ser prefeito de Campos. E ele tem jogado com habilidade e pragamatismo não só para se manter no cargo que o acaso lhe legou, como para credenciar-se a ganhá-lo pelo voto da população, caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirme a condenação de Rosinha também no mérito do recurso e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) marque as novas eleições, provavelmente em 2011, numa possibilidade cada vez mais real.

Para chegar lá, acordos à parte, Nahim não dará abraço de afogado em nenhum candidato a vice, seja dos aliados de Rosinha, seja da oposição à prefeita cassada. Mesmo que as coisas hoje pareçam favoráveis a este último bloco, que faria o vice para ter o presidente da Câmara, mas e se Rogério Matoso não conseguir se eleger?

Baseado no pragmatismo demonstrado por Nahim, inclusive ao usar O Diário para furar a Folha na edição impressa de ontem, o blog fica com o dito preferido de um dos caras mais pragmáticos que conhece: “O que vale é bola na rede ”. Ao abrir mão de uma candidtura própria à presidência, se não eleger Matoso pelo menos na vice, a dita oposição ficará marcada por ter se oposto às suas próprias chances de identidade e caminho próprios.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem um comentário

  1. GENTE ACORDA ! SURGIU UMA NOVA ESPERANÇA , ROGÉRIO MATOSO !!!

Deixe uma resposta

Fechar Menu