Opiniões

Mea culpa — Interatividade Folha/blogs

Até que os 18 novos blogs da Folha Online entrassem no ar, a interatividade desses espaços virtuais com a editoria de Política do impresso, ficava mais por conta do Blog do Bastos, do Painel, do Na Curva do Rio, do Na Geral e deste Opiniões, respectivamente de autoria do Alexandre Bastos, Saulo Pessanha, Suzy Monteiro, Luiz Costa e Aluysio Abreu Barbosa e José Renato, todos profissionais da redação do jornal. Já com sua editoria de Economia, as contribuições virtuais, embora muitas vezes desperdiçadas, ocorriam basicamente por parte do Ponto de Vista, do Christiano Abreu Barbosa, que embora seja diretor da Folha, nunca foi ligado à redação. Com seu Entrelinhas, a Júlia Maria (também jornalista, mas fora da nossa redação há alguns anos) também tem gerado pautas muito interessantes para ambas as editorias, pelo menos quando seus integrantes demonstram sensibilidade para saber aproveitá-las.

Pois entre os novos blogueiros da Folha, dois outros se destacam na geração de pautas afins às duas editorias citadas: Roberto Barbosa,  em Política; Esdras, também em Economia. Ontem, ambos fizeram isso, Esdras anunciando (aqui) os novos investimentos da gigante Hiunday no Porto do Açu, Roberto divulgando (aqui e aqui) a ruptura, em São Fidélis, entre o prefeito Luiz Fenemê (PMDB), com seu antecessor no cargo e agora ex-padrinho, o polêmico David Loureiro. Enquanto a primeira pauta foi parcialmente aproveitada pela Folha, mas só a partir do aviso aos seus profissionais pelo blogueiro, a segunda não veio com sino grudado ao pescoço e foi desperdiçada até ser aproveitada apenas hoje, numa velocidade lenta demais à era do tempo real.

Embora ambos jornalistas e com passagens na Folha, principalmente o primeiro, que possui extensa folha de serviços prestados, Esdras e Roberto não são mais profissionais do jornal, apenas seus colaboradores. Eles e outros novos blogueiros que já vem se destacando na geração de boas pautas, como o André Lacerda (aqui), a Neusinha Siqueira (aqui) e a Luciana Portinho (aqui), precisam ser melhor aproveitados pela redação da Folha. Caso contrário, o leitor que se mostrar atento ao desperdício, pode chegar à conclusão simples e lógica de que, mesmo na condição de “leigo”, ele possui mais interesse em buscar informações do que profissionais que são pagos para fazê-lo.

Como entre eles está este jornalista e blogueiro, assumo o compromisso com você, leitor, de fazer tudo que estiver ao meu alcance para que esta interatividade entre a Folha e os 41 blogs que ela orgulhosamente hospeda, passe a se dar da maneira mais dinâmica possível.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu