Opiniões

Mais detalhes da reunião com Picciani — Nominatas, mídia e chapas majoritárias

Abaixo, em pormenores, com informações resumidas no post anterior e algumas outras, as versões de Odisséia, Odete e Zé Armando do encontro de hoje, no Rio, com Picciani…

 

Odisséia Carvalho — Apresentamos os nossos projetos, não só de lançar de duas a três candidaturas entre os 11 partidos que integram a Frente, como de fortalecer nossas nominatas, já que nosso objetivo, além de vencer a disputa pela Prefeitura, é também conquistar a maioria na Câmara. Em relação às candidaturas majoritárias, o próprio Picciani deixou bem claro que qualquer coisa além de três candidaturas, pulverizaria as ações da oposição. Dentro deste limite, ele garantiu o apoio integral do PMDB e do governo do Estado, já que a chapa da Frente com ingresso ao segundo turno ganha automaticamente o apoio das demais. Também falamos da necessidade de atuar mais na mídia, em um programa de rádio e na confecção de um jornal próprio, no formato tablóide, de edição quinzenal, que poderia ser feito por jornalistas que já temos em nosso grupo, como Fernando Leite (PMDB) e Sérgio Mendes (PPS). Sobre a reunião da Frente com Sérgio Cabral, Picciani chegou a ligar para o governador, mas não conseguiu falar. Nos próximos dias deve acontecer esse agendamento, quando convocaremos os parlamentares dos nossos partidos em todo o Estado, muito embora, nessa reunião de hoje, já tenham participado, a convite do próprio Picciani, os deputados federais Eduardo Cunha e Adrian Mussi, e o estadual Edson Albertassi.

 

Odete Rocha — Recebemos total apoio de Picciani, seja enquanto presidente do PMDB, seja como coordenador político do governo Sérgio Cabral. A Frente vai apresentar de duas a três candidaturas no primeiro turno, com a união de todas em torno daquela que passar ao segundo turno. O PCdoB, como os demais partigos que integram a Frente, já têm conversado nesse sentido. Na nova eleição que chegou a ser marcada no ano passado, entre a cassação e o retorno de Rosinha, conversamos muito com o PV. De qualquer maneira, acho que isso vai se dar naturalmente, entre os partidos que encontrem mais afinidades ideológicas e de estrutura. O que importa, é que nenhuma conversa se dará à parte a ação conjunta da Frente, contraponto coletivo a essa gestão dos Garotinho.

 

José Armando — Além da assessoria jurídica, pedimos ajuda também para fazer pesquisas qualitativas e quantitativas, para definir as propostas de governo comuns a todas as candidaturas da Frente e as próprias chapas que as representarão. Em relação a todas essas nossas ações recentes, o mais importante é que antes era a Frente que queria ser ouvida pelas lideranças estaduais, e hoje elas estão tão interessadas quanto nós em manter esse canal de diálogo aberto e assíduo. Fui ao encontro como representante do prefeito Beto Azevedo (de São Francisco), que é aliado do governador Sérgio Cabral, no entendimento de que o enfrentamento a esse grupo tem que ser feito de forma unida e regional.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 6 comentários

  1. Fico feliz pois ainda há pessoas em nossa cidade que não se venderam!Pois estamos passando por um governo que prega,ficar a frente da prefeitura por vinte anos,e na verdade o poder é passageiro.Pois não há mal que seja eterno ou bem que dure para sempre.Graças a Deus temos eleições de 4 em 4 anos,para podermos refletir se quem està no poder é apto a continuar;ou se é hora de sair.Viva a democracia!

  2. Fico feliz pois ainda há pessoas em nossa cidade que não se venderam!Pois estamos passando por um governo que prega,ficar a frente da prefeitura por vinte anos,e na verdade o poder é passageiro.Pois não há mal que seja eterno ou bem que dure para sempre.Graças a Deus temos eleições de 4 em 4 anos,para podermos refletir se quem està no poder é apto a continuar;ou se é hora de sair.Viva a democracia!Campos é do povo!E não de um só casal.

  3. Parabéns a Frente Democrática por este avanço político que garantirá a nossa querida Campos um processo eleitoral mais democrático onde sem dúvidas dará mais acesso a população aos debates necessários para o seu desenvolvimento e ao mesmo tempo estancará a vontade de um grupo que quer a todo custo monopolizar a política local e regional e tenta de todas as formas usar a maquina pública como rolo compressor enfraquecendo a liberdade de pensamento e opinião dos cidadão e cidadãs que são contrário a orientação política de um líder que se acha “Deus” na planície Goytacá. Viva a Democracia!!!

    Evandeson Santos-Subsecretário de Turismo Ind.e Comércio de São Francisco de Itabapoana-RJ

  4. Essa frente vai chegar atrás;

  5. José Armando , Vc entende tanto de politica como entende de turismo.
    A prova disso é a potência turistica que SFI tem em nosso estado!
    Rrsrsrsrsrs

  6. Interessante que este grupo esteja tentando inserir uma nova proposta para a nossa cidade. Nem sempre o continuismo é a fórmula do sucesso. Porque não inovar? Percebo no sentimento popular o desejo pela mudança. Existe partidos como o PRP por exemplo, que irá lançar um candidato a prefeito novo, pelo o que fui informada, o Fabrício Lírio não tem nada haver com esses governos contaminados.

Deixe uma resposta

Fechar Menu