Andral: “Preferia ouvir a versão de Rosinha da sua própria boca!”

Outro dos pré-candidatos de oposição à Prefeitura de Campos, o verde Andral Tavares Filho também falou ao blog sobre o anúncio da suposta desistência da prefeita Rosinha (PR) em concorrer à sua sucessão:

— Acho que é algo que ainda precisa de mais explicações. Não é algo normal, não é lógico. Parece algo que ela pode voltar atrás, que não é definitivo. Precisamos aguardar. Já ouvi que seria por conta de problemas com julgamentos que ela ainda sofrerá na Justiça Eleitoral, mas também não penso ser sólido se achar isso. Preferia, como todos os munícipes por ela governados, ouvir a versão de Rosinha da sua própria boca.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 2 comentários

  1. paulo cesar rosa

    Movimento, não desista, Rosinha

  2. Antonio Rangel

    Dep. Roberto Henriques ao que tudo indica acertou – foi mesmo “fita”, “dôce”, marketing e por que não dizer medo da cassação ser confirmada com o julgamento que não se sabe quando acontecerá, mas também não pode demorar muito.

    Do blog Cláudio Andrade

    Roberto noticia que atitude de Rosinha é digna de uma peça teatral

    “ela quer sair como vítima para não ter que sair como ré”

    O deputado estadual do PSD/RJ e pré-candidato a Prefeito de Campos dos Goytacazes Roberto Henriques disse ao blog que a noticia da desistência de Rosinha ao instituto da reeleição não o convence.

    Para o nobre parlamentar a relevância da decisão deveria ser comunicada mediante uma coletiva a imprensa e não em matéria no Jornal O Diário. Roberto foi categórico ao afirmar que tudo não passa de uma peça teatral onde a ex-governadora é a atriz principal e o deputado federal Garotinho o diretor.

    Roberto Henriques disse que na medida em que o pleito eleitoral se aproxima a prefeita começa a conhecer seus adversários e, por conseguinte, enfrenta as dificuldades de estar a frente de uma administração com muitos problemas de ordem administrativa.

    Roberto finalizou dizendo que a Prefeita Rosinha precisa entrar no mundo real, onde o município passa por problemas gritantes como a falta de remédios nos postos de saúde.

Deixe um comentário