Paz, pai!

Como ator, meu pai considerava Fábio Júnior até razoável. Quanto aos seus dotes musicais, no entanto, o crítico era lacônico: “Não existe!”. Sobre toda a obra do compositor, Aluysio guardava apenas uma admirada exceção, que, não sem emoção, ora divido aqui…

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe um comentário