Opiniões

Diante do espelho

Na edição do última sexta, esta coluna ressalvou que o destempero característico do fazer político do deputado Anthony Garotinho (PR), no lugar de ser permeado pelos exemplos de fidalguia e equilíbrio que seu grupo possa produzir, acaba ao contrário moldando estes. E, via de regra, a toada tende a ser mais agressiva na mesma proporção da incapacidade de responder com argumentos lógicos a uma situação adversa, mesmo quando esta é causada pela irresponsabilidade das ações do próprio grupo.

Pintar os semáforos públicos de Campos com a cor rosácea que toda cidade associa ao interesse particular da campanha pela reeleição de Rosinha Garotinho (PR), foi um erro. Mas erro ainda pior, por não mostrar nada ter sido aprendido, foi o advogado da prefeita, também ex-procurador geral do município, ter usado seu blog para tentar atacar a imprensa que antes noticiou a pintura rosácea, como depois a ação do Ministério Público, até certo ponto previsível, no sentido de cassar o registro de Rosinha, caso seja concedido pelo TSE, ou seu diploma, caso consiga se candidatar e eleger.

Até se entende que todo o jurídico de Rosinha, conhecendo-se quem está por trás de todas as ações do grupo, esteja sofrendo uma tremenda pressão, com mais esse revés jurídico, causado pela promiscuidade entre público e privado que tantos problemas na Justiça já gerou aos Garotinho. Mas pretender atacar a Folha, que se limitou a cumprir seu papel constitucional de noticiar um fato pelo qual foi informada por e-mail, pela própria assessoria do Ministério Público Eleitoral, é misturar um pouco demais as cores.

Até se entende que alguém, talvez por pressão, talvez por não ter outra alternativa lógica, seja forçado a atacar quando deveria defender, a investir contra um jornal pelo qual procurado três vezes sem dar retorno, ou quando a parcialidade parece ser denunciada enquanto se mira o próprio reflexo no espelho. Diante dele, como se sabe, os lados tendem mesmo a ficar invertidos, mas as cores, até para os que padecem de daltonismo, costumam ser sempre as mesmas.


Publicado na edição de hoje da coluna Ponto Final, da Folha da Manhã.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 8 comentários

  1. O contagio em relacao `a familia e pior do que cobra cascavel ,seu veneno e cruel…. el….. el…..

  2. O chefe da Clã sempre da um tiro no próprio pé. É de sua índole. Sempre digo que só Garotinho é capaz de derrubar Garotinho. Isso ele tem feito om maestria. Veja os números da campanha de sua filha no Rio de Janeiro. È reflexo direto de sua rejeição.
    Mas, temos o que comemorar, ainda bem que temos os dois Garotinhos num só!

  3. Transformar a cidade cor de rosa foi um tiro n’agua ,como a “GREVE DE FOME”:Perdeu! Garotinhos.Ficaram empolgados, exageraram,desandou a receita do bolo.

  4. PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR: AFINAL, NOSSO VOTO VAI VALER OU NÃO?

    http://www.estouprocurandooquefazer.com/2012/09/pergunta-que-nao-quer-calar-afinal.html

    Há uma névoa turvando o ambiente eleitoral em Campos dos Goytacazes que está deixando milhares de eleitores apreensivos, e desejos de saber em quem votar, e o mais grave, se o seu voto vai valer.

    Veja com atenção esta entrevista concedida pela juíza eleitoral LEIDIJANE CHIEZA GOMES DA SILVA, a respeito dos riscos que corremos com os candidatos que concorrem sabidamente com suas candidaturas indeferidas:

    Assista a entrevista na íntegra feita nos estúdios da Inter TV Planície, e tire suas conclusões.

    http://g1.globo.com/rj/serra-lagos-norte/rjintertv-1edicao/videos/t/edicoes/v/veja-a-entrevista-com-a-juiza-eleitoral-leidejane-chieza-gomes-da-silva/2162554/

  5. Aquela greve de fome… Rsss
    O leitor José Renato disse bem, verdadeiro “tiro no pé”… Rsss

    Que prezepada!!!!

  6. Caro Aluysio
    A certeza da impunidade faz com que o grupo político, capitaneado por Garotinho, não conheça limites aos abusos por eles cometidos.
    A favor do povo campista tivemos a surpreendente celeridade da Juíza da 100ªZE ao determinar a mudança em 48 horas, da cor da campanha da Prefeita à reeleição em espaço público.
    O Jornal Folha da Manhã – ao contrário do que pensam alguns – está de parabéns pela veiculação de notícias referentes ao pleito eleitoral vigente, prestando assim, relevante serviço de informação à população.
    Parabéns à toda equipe do Jornal Folha da Manhã.
    Saudações
    Graciete Santana

  7. É isso aí Graciete ainda bem que temos a Folha da Manhã e sua equipe capitaneada pelo Aluysio.

  8. Aluysio Cardoso Barbosa, tem uma habilidade tremenda com as palavras, e de confundir ou tentar enganar os eleitores. Vamos aos fatos os postes foram pintados de roxo, que é roxo, e não rosa como se tenta colocar o roxo entre aspas insinuando que o roxo, não é roxo. A via, o caminho pela Justiça que Rosinha tem passado é justamente Aluysio Cardoso Barbosa por causa de homens como o senhor que não consegue diferenciar a cor rosa de roxo.Quem sofre de daltonismo político é este jornal ou maioria da população que querem Rosinha reeleita? Se vocês são independentes eu desafio publicar esse imail, se não vocês mostrarão quem são daltonistas políticos, são mais cegos dos que não tem os olhos bons, porque o pior cego é aquele quem olhos sadios,mas não quer enxergar. Arnaldo Vianna não resistiu a Justiça Eleitoral porque é réu e culpado, o blog insinua que a decisão do Juiz foi monocrática e não democrático. Creio que outros mais políticos como Sergio Cabral se conseguirem com justa ação penal não subsistiriam, seriam condenado. Mas é muito é protegido da imprensa do Estado do Rio, como esse Jornal.

Deixe uma resposta

Fechar Menu