Opiniões

Políticos não descartam aliança de Garotinho com Cabral e Pezão

Conforme aventou artigo de autoria do blogueiro, publicado aqui e na edição impressa da Folha do último domingo (31/03), há a possibilidade do deputado federal Anthony Matheus, o Garotinho (PR), caminhar junto com a candidatura vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) à sucessão de Sérgio Cabral (PMDB) em 2014? Ouvidos alguns políticos da região, das mais diversas correntes que disputarão o pleito, só concordam numa coisa: em política nada é impossível.

Abaixo, o que disseram cada um deles:

Eduardo Peixoto (foto de Silésio Corrêa - Folha da Manhã)

Eduardo Peixoto (presidente do PT de Campos) — A história que ele (Anthony Matheus) tem de oposição a Cabral, torna isso difícil, por mais que na política a ética às vezes fique em segundo plano em favor dos interesses. Ele (Anthony) está não só observando, mas alimentando essa polarização que ocorre entre PT e PMDB no Estado, a despeito da aliança nacional entre os dois partidos. A tendência inequívoca é da polarização da disputa do governo fluminense, em 2014, entre Lindenbergh (Farias, senador petista) e Pezão. Garotinho está fora do páreo. Como na última eleição, onde ele tentou ser candidato até o último momento, e não conseguiu, ele vai esticar ao máximo a corda da sua candidatura, para depois tentar negociar não só com Pezão e Cabral, mas também com Lindenbergh. As coisas vão ficar como estão: o PT não abrirá mão de Lindenbergh, assim como Cabral não abrirá de Pezão. Ele (Anthony) vai ficar blefando, jogando conversa com  Cabral e com Lindenbergh, para ver o final qual opção atende melhor seus interesses. Só aí dará sua cartada final, como oportunista que é.

Sérgio Mendes (ex-prefeito e presidente do PPS de Campos) — Em se tratando de Garotinho, que é um político profissional, não tenha dúvida: ele senta à mesa com qualquer um, para discutir qualquer coisa, desde que lhe convenha. Mas nos últimos anos ele tem se dedicado a fazer política com o fígado, destilando ódio contra o governador Sérgio Cabral. Na verdade, ele esperava fazer com Cabral, desde que este se elegeu governador a primeira vez, o que fez quando Rosinha foi governadora e faz agora com ela prefeita de Campos: governar de fato no lugar de quem teria que fazê-lo por direito. Cabral, por óbvio, não permitiu, e Garotinho passou a simplesmente querer destruí-lo, com seu ódio aumentando a cada sucesso administrativo do ex-aliado. Acho pouco provável esse acordo, mas não é impossível. Afinal, quem seria capaz de dizer, há alguns anos, que (o deputado federal Paulo) Feijó (PR) e Garotinho seriam hoje aliados aparentemente tão afinados? De qualquer maneira, acho que é mais provável que Garotinho componha com Lindenbergh do que com Cabral, até pelo ódio que devota a este. Mas ainda que tal acordo se concretize, numa chapa apoiada pelo PPS, só posso garantir uma coisa: não subo no mesmo palanque de Garotinho, nem voto nele!

Roberto Henriques (deputado estadual e presidente do PSD em Campos) — Acho muito difícil essa aliança de Garotinho com Cabral em torno da candidatura de Pezão. Em política, nada é impossível, mas estimaria em 99,9% as chances de que esse acordo não ocorra. O que temos de concreto são as (pré) candidaturas do PMDB, com Pezão; do PT, com Lindenbergh; e do PR, com Garotinho, ou, segundo informações que chegaram a nós, talvez com Rosinha. Só que Garotinho quando foi governador e, na sequência, quando elegeu e governou o Estado em nome de Rosinha, levou muitas esperanças da região em ter um seu filho à frente do Executivo fluminense. Brizola deixou os Cieps, a iluminação e a água encanada levadas ao interior. Cabral deixará a retomada da construção da ponte ligando São João da Barra a São Francisco de Itabapoana, um pleito de mais de 200 anos, além das obras para mitigar as cheias. Garotinho como governador, para sua cidade e sua região, que legado deixou?

Mauro Silva (vereador e presidente do PT do B em Campos) — Na política, nós sempre temos que conversar. Eu não posso falar por Garotinho, mas se você fizer uma análise, muita gente que trabalhou nos governos Garotinho e Rosinha ainda está presente no governo de Sérgio Cabral. Quando essas pessoas, dentro da máquina pública do Estado, começarem a constatar que a candidatura de Pezão não decola, será que vão insistir ou vão voltar para Garotinho, engrossando as fileiras da sua candidatura? Isso é o que o tempo dirá.  Só tenho certeza de três coisas: Garotinho será candidato, é o melhor nome para governar o Estado do Rio e estará no segundo turno, provavelmente com Lindenbergh, quando aí, sim, Pezão e até o próprio Cabral podem acabar voltando para o grupo do qual saíram. Ou seja, em torno de Garotinho, acho a aliança possível.

Aluízio Siqueira (vereador do PMDB de São João da Barra) — Na política, a gente vê de tudo. No entanto, acho que é uma possibilidade hoje improvável. Não tenho tanto contato assim com as lideranças estaduais do partido, mas aqueles do nosso grupo que as mantém com mais regularidade, como é o caso do prefeito Neco (PMDB), são todos unânimes em testemunhar a vontade pessoal e política do governador Sérgio Cabral de fazer o que for necessário para eleger Pezão seu sucessor. Neste sentido, se julgar que o apoio de Garotinho pode ajudar, essa alternativa de aliança passa a ficar mais possível.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 16 comentários

  1. Seria comigo isso, ver os dois no mesmo palanque, pobre povo que voto nessa gente, que só pensa neles mesmos.

  2. Seria cômico isso, ver os dois no mesmo palanque, pobre povo que voto nessa gente, que só pensa neles mesmos.

  3. Salve o Brasil, pelo amor de Deus já tem gente sentindo falta dos militares, é só fazer uma pesquisa nas ruas e verão.

  4. Em se tratando de “política”, no sentido mais reles da expressão, nada mais me espanta, muito menos quando envolve o Deputado-Prefeito. Não seria a primeira vez, nem será a última.

    Agora, aqui pra nós, desejar os militares, isto é a Ditadura, aí já é insanidade elevada ao cubo!

  5. Depois da aliança Feijó-Garotinho, tudo é possível.
    Até Carlos Alberto Campista pode entrar nessa…

  6. Tudo e possivel nesta Planicie Goytaca.Nada mais me surpreende.

  7. Se o Garotinho já até aliança com Cesar Maia. Acho que faria até uma cirurgia com Arnaldo Vianna, mesmo sem precisar, para buscar uma aproximação, se rendesse votos ou aumentar o tempo dele na mídia. Salve Jorge.

  8. ESSES “POLÍTICOS” DEVERIAM SENTIR NA PELE A FALTA QUE FAZ ALIMENTO EM CASA;EMPREGO;DIGNIDADE;RESPEITO.

  9. Como pode a folha falar tanta besteira e mentiras, e ainda colocar a opniao das figuras politicas mais (trecho excluído pela moderação) do nosso municipio,,,, tenha mais vergonha na cara (trecho excluído pela moderação)!!!

  10. Uma coisa é certo…Garotinho vai voltar e se der mole ele ganha no primeiro turno…Volta Garotinho!

  11. Uma noticia dessa e difícil a deglutição da mesma e pela primeira vez anulo meu voto , porque para votar em M… Ja to cheia e nos bastidores rola mesmo e um whisky pago por nos mesmos! Nojo dessa gente gananciosa , quem apareceu na tragédia da região serrana ? O POVO.
    Abs

  12. Respondam-me somente uma pergunta:
    Qual o interesse de alguem que aparece liderando todas as pesquisas em apoiar o último colocado e ceder a vaga para este?

  13. Caro Marcos,

    Sua pergunta teria lógica de resposta inquestionável se a eleição fosse em turno único, onde só interessariam os índices de intenção de voto, não em dois turnos, como todas as pesquisas indicam que será o caso da sucessão de Cabral em 2014, na qual os índices de rejeição são tão ou mais importantes.

    Abç e grato pela chance do debate!

    Aluysio

  14. Sempre soube que o indice de rejeiçao pesa muito nas eleiçoes.Estou apostando que o pequeninho nao vai concorrer,mesmo porque nao e burro.

  15. E incrivel como tem gente burra ou no minimo puxa saco !!!

    quem acredita numa besteira dessas aonde o Sr. Marcos diz que o Maluf do Rio ou Quadrilheiro armado (condenado) e lider de pesquisa !!!

    sinceramente Marcos, nao delira !!! Acorda que pelo visto nem concorrer ele ira, visto que existem inumeras pendencias judiciais, o povo contra com a expressiva rejeicao (veja votacao da Sra. Clarissa pra vice prefeita), muito mais…

    ACORDA MEU CARO !!!

    NEM EM SONHO GAROTINO VOLTA A SER GOVERNADOR….

  16. ESSE (trecho excluído pela moderação) MAURO SILVA E UMA PIADA…..

    VEJAM O COMENTARIO QUE (trecho excluído pela moderação) FAZ… E TEM GENTE QUE AINDA AFIRMA SER UM GRANDE POLITICO !!!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…. SO RINDO !!!

Deixe uma resposta

Fechar Menu