Opiniões

Anthony diz ter rejeição de apenas 28% e descarta Rosinha para governadora

A conversa fiada de Lindbergh Farias

22/05/2013 11:48

Cabral e Lindbergh; abaixo reprodução da coluna Panorama Político, do Globo
Cabral e Lindbergh; abaixo reprodução da coluna Panorama Político, do Globo

Essa aí é mais uma nota plantada pelo colunista-cabralista Ilimar Franco, do Globo. Tem dois objetivos claros: enfraquecer minha pré-candidatura, e ao mesmo tempo, ajudar Cabral, com a colaboração de Lindbergh. Vamos aos fatos que são mais importantes do que essa versão fajuta.

1º Rosinha não vai deixar a Prefeitura de Campos. Essas notícias só servem para tentar desestabilizar o seu governo, criando um clima de incerteza na cidade e no seu governo.

2º O jornalista Ilimar Franco com certeza tem acesso às pesquisas eleitorais. Fala da minha rejeição. Ora, para quem não sabe, no início do ano a minha rejeição era de 32%. Na última pesquisa feita no mês passado tinha encolhido para 28%, fruto de minha atuação na Câmara dos Deputados. Convenhamos que 28% é um patamar normal. Só como exemplo, Serra foi para o 2º turno em São Paulo com 40% de rejeição.

3º Estamos num período de definição partidária. Até setembro quem for candidato terá que decidir se fica no partido em que está ou se muda de sigla. Essas notas plantadas têm o objetivo de criar dúvidas sobre a minha candidatura em 2014. Com isso parlamentares que querem me apoiar poderiam na dúvida desistir de vir para o meu lado.

4º Lindbergh sabe que depende da Executiva Nacional do PT para ser candidato. Se em janeiro as condições não estiverem plenamente favoráveis a Dilma, o PT vai apoiar Cabral. Ou seja, cada vez são menores as chances de Lindbergh ser candidato. Por isso tenta agora minar a minha candidatura para ajudar Cabral / Pezão, e tentar garantir a vaga de vice.

Essa notícia publicada na coluna Panorama Político, do Globo é tão verdadeira como outra nota publicada pelo jornalista Ilimar Franco hoje, a de que Dilma jantou ontem com Michel Temer e os governadores do PMDB. Bem, Dilma não apareceu no jantar, assim como nem se cogita Rosinha ser candidata ao governo do Rio.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu