Opiniões

Sobre Bolsa Família, oposição, enfim, assume seu papel

Aécio Neves (Foto: Jose Cruz/ABr)
Aécio Neves (Foto: Jose Cruz/ABr)

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), cobrou nesta terça-feira (28), em entrevista à imprensa, que a presidente Dilma Rousseff faça um pedido público de desculpas pelas informações incorretas divulgadas pela Caixa Econômica Federal sobre o programa Bolsa Família.

No fim de semana retrasado, boatos sobre o fim do programa levaram milhares de pessoas às agências em ao menos 12 estados do país. Nesta segunda (27), a Caixa Econômica admitiu que, por equívoco, deu informações erradas sobre a antecipação de pagamentos e informou que havia liberado recursos do Bolsa Familia na sexta-feira (17), um dia antes do início dos boatos de que o programa seria suspenso.

Antes o banco havia informado que a antecipação ocorrera somente no sábado (18), após a divulgação dos boatos, para preservar a integridade física dos beneficiários que fossem em busca do seu benefício e evitar tumultos nas agências. Em entrevista coletiva nesta segunda (27), o presidente da Caixa Econômica, Jorge Hereda, chegou a pedir desculpas pelas informações contraditórias.

“Como presidente nacional do PSDB, quero dizer que são muito poucas as desculpas.  A senhora presidente da República deve um pedido de desculpas formal a todos os brasileiros. Nesse episódio, foi mais uma vez uma instituição pública servindo a um governo e não ao Estado brasileiro”, afirmou Aécio Neves.

Leia a postagem original aqui, no G1.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 2 comentários

  1. Aécio: ‘caminhamos para o terceiro ano perdido’

    Dando sequência à sua tática de transformar tropeços do governo em degraus da oposição, o presidenciável Aécio Neves subiu no caixote para comentar o baixo crescimento do PIB no primeiro trimestre: “Caminhamos para o terceiro ano perdido para a economia brasileira”, disse o novo presidente do PSDB, referindo-se ao ciclo de governo da antagonista Dilma Rousseff.

    Aécio manifestou-se por meio de nota. “Infelizmente, as previsões mais pessimistas se confirmaram e o PIB de 0,6% do primeiro trimestre ficou abaixo das expectativas do mercado que eram de 0,9%”, anotou. “Constatamos, mais uma vez, que a economia brasileira continua emperrada, crescendo muito menos que o necessário para o país.”
    Acrescentou: “Somam-se a este triste cenário as revisões que o mercado já faz para cima na projeção de inflação, em que pesem as inúmeras medidas de desoneração implantadas, e a já conhecida baixa capacidade de investimento do governo federal.” Cobrou do governo explicações sobre o distanciamento entre previsões e sobre as “medidas que serão tomadas para a reversao desse quadro.”

    Aécio disse essas coisas um dia depois de ter cobrado de Dilma um “pedido de desculpas” pelo vaivém da Caixa Econômica Federal no episódio dos boatos sobre o Bolsa Família. Aparentemente, a conversão de Aécio em presidente do PSDB ateou nele uma irrefreável vontade de fazer o que a oposição não fazia: se opor.

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2013/05/29/aecio-caminhamos-para-o-terceiro-ano-perdido/

  2. O triste de toda esta historia é que notamos que a fila em sua quase totalidade era constituida por mulheres, jovens , felizes e obesas.E constatei que o meu imposto é muito mal empregado.

Deixe uma resposta

Fechar Menu