Opiniões

GAP: “Caça-Fantasma” no Rio, enquanto ambulâncias rodam e são pagas em Campos

Os fantasmas da empresa GAP Comércio e Serviços, denunciada aqui e aqui pela revista Época, que tanto têm assombrado o deputado Anthony Matheus, o Garotinho (PR), e o governo Rosinha (PR), começaram a ser exorcizados. Não só nas cidades de Duque de Caxias, na sede da GAP, e do Rio de Janeiro, onde a Delegacia Fazendária (Delfaz) da Polícia Civil cumpriu ao todo quatro mandados de busca e apreensão, na Operação “Caça-Fantasma”, como informaram na blogosfera local os experientes e sempre atentos jornalistas Suzy Monteiro (aqui), Ricardo André Vasconcelos (aqui e aqui) e Jane Nunes (aqui).

Prazo de Anthony descumprido — Também em Campos, mesmo depois de vencido desde a última sexta-feira (31/06) o prazo de 10 dias dado no último dia 21, em entrevista à rádio CBN, por Anthony  Matheus, o Garotinho (confira aqui, no blog do próprio deputado, e aqui e aqui, no site da CBN), para que a empresa  justificasse a falsificação de documentos revelada pela Época, o fato é que hoje as 80 ambulâncias da GAP, contratadas a R$ 32 milhões/ano, ainda estão nas ruas do município, a serviço da Prefeitura de Campos.

Confira abaixo, no destaque da reprodução, o prazo dado à CBN e descumprido…

Reprodução e destaque por Eliabe de Souza, o Cássio Jr. (clique na imagem para ampliá-la)
Reprodução e destaque por Eliabe de Souza, o Cássio Jr. (clique na imagem para ampliá-la)

Pagamentos continuam a ser feitos — E, ao contrário do que afirmou a Procuradoria do Município, em nota feita sob encomenda para o blog de Anthony Matheus, o Garotinho (que a divulgou aqui), os pagamentos cuja suspensão foi anunciada desde março, continuaram a ser feitos à GAP. No mês de abril, a Prefeitura de Campos pagou R$ 522.928,00 à empresa denunciada (confira aqui), enquanto em maio, quando o governo Rosinha pagou mais R$ 1.277.025,75, totalizando quase R$ 1,8 milhão, ou mais precisamente R$ 1.799.953,75 dos cofres públicos do município (relembre aqui).

Confira abaixo, nos destaques das reproduções da nota da Procuradoria de Campos e do próprio Portal da Transparência da Prefeitura, o anúncio da suspensão dos pagamentos desde março, mas efetuados de fato em abril e maio…

Reprodução e destaque por Eliabe de Souza, o Cássio Jr. (clique na imagem para ampliá-la)
Anúncio da Procuradoria de Campos da suspensão dos pagamentos da Prefeitura à GAP desde março, na reprodução e destaque de Eliabe de Souza, o Cássio Jr. (clique na imagem para ampliá-la)
Pagamento da Prefeitura à GAP em abril, na reprodução e destaque de Ricardo André Vasconcelos e Eliabe de Souza, o Cássio Jr. (clique na imagem para ampliá-la)
Pagamento da Prefeitura à GAP em 30 de abril, na reprodução e destaque de Ricardo André Vasconcelos e Eliabe de Souza, o Cássio Jr. (clique na imagem para ampliá-la)
Pagamento da Prefeitura à GAP em maio, na reprodução e destaque de Eliabe de Souza, o Cássio Jr. (clique na imagem para ampliá-la)
Pagamento da Prefeitura à GAP em 10 de maio, na reprodução e destaque de Eliabe de Souza, o Cássio Jr. (clique na imagem para ampliá-la)

Como ficam os motoristas? — Enquanto isso, neste exato momento, acontece no Ministério Público do Trabalho (MPT) de Campos uma audiência em caráter de urgência, solicitada no último dia 27, pelo sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Cargas e Passageiros, como a Folha Online antecipou aqui, para saber o que será feito dos 400 motoristas que prestam serviço nas 80 ambulâncias da GAP, cuja suspensão dos serviços e pagamentos continuam sendo feuitos, a despeito das aparentes inverdades proferidas em tom oficial pela Procuradoria do Município e pelo deputado Anthony Matheus, o Garotinho.

Confira abaixo, no flagrante fotográfico do repórter da Folha Edu Prudêncio, uma das 80 ambulâncias da GAP rodando hoje pelas ruas de Campos…

Atualização às 20h16: Aqui, baseado na competente apuração do repórter da Folha Bruno Almeida, sobre a audiência de agora há pouco no MPT de Campos, o também jornalista Gustavo Matheus informou que o advogado da GAP garantiu que a rescisão do contrato com a empresa por parte da Prefeitura de Campos, anunciado por Anthony Matheus, o Garotinho, é “só boato”. Pelos gritantes contrastes entre o dito e o feito em relação ao caso, o jurisconsulto está prenhe de razão.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 10 comentários

  1. Explique essa conta??São 400 motoristas para 80 ambulâncias??E os outros 320 motoristas estão por conta dos parentes da prefeita ou da prefeitura??
    Relembrando que na época o Promotor de Justiça Êvanes ajuizou no dia 24 de agosto de 2012 uma Ação Civil Pública pedindo a anulação do contrato de locação de ambulâncias firmado entre o Município de Campos e a GAP Comércio e Serviços Especiais LTDA (antiga GAP Produtos Automotivos) e a punição dos responsáveis por supostos atos de improbidade administrativa o que não foi cumprido pela Prefeita,muito pelo contrário renovaram o contrato com a GAP.

  2. Na época também relatei a minha preocupação com a situação das ambulância que são terceirizadas e caso o pedido de anulação do contrato pedido pelo promotor Êvanes Soares fosse acatado , os pacientes ficariam a pé. Imagine só o caos que seria ? Muitas pessoas iriam correr o risco de morrer, por falta de uma ambulância .O certo é o município ter suas próprias ambulâncias como já comprovou o Advogado Cléber Tinoco em seu Blog ou utilizar o SAMU do governo Federal,economizando assim os recursos dos royalties.

  3. Só faltou o GAROTO realizar sua previsão ,para GAP Comércio e Serviços Especiais LTDA (antiga GAP Produtos Automotivos) e a punição dos responsáveis, ou a imprensa ou o blog divulgasse, para QUE não fossem aprendida, OS PC ENTRE OUTROS DOC. pela POLICIA CIVIL OU A PF.

  4. Só falta agora garotinho falar que é mentira,caro Matheus Campos, se me permiti irei fazer minha previsão,teremos greve de fome e acampamento na prefeitura outra vez!(GAP-Garotinho Agora Perdeu!)S.O.S alguém liberta Campos dos Goytacazes dessa raça!

  5. Retificando…24 de agosto de 2011..

  6. Achamos que dessa vez a casa dos gar…tinhos caiu de vez. Mesmo que seus eleitores “BOZOS” continuem a achar que tudo isso é invencionice da GLOBO, agora foi a REDE RECORD, aquela do ex-vereador Vieira Reis, que diz que a CODEMCA é da igreja, da base de apoio da Prefeita aqui em Campos (ops, desculpe-me: prefeito)QUE ESTAMPOU EM REDE NACIONAL O ESCÂNDALO DA GAP DO GAROTINHO.

    Ainda sentem-se no direito de serem votados aqui e no resto do Estado do Rio ????????????

    FACYLIT, RUFOLO, G A P, E OUTRAS MAIS… ATÉ QUANDO… ATÉ QUANDO POVO DE CAMPOS!!!!!!!

    Será que podemos cobrar dos vereadores o impeachment da prefeita aqui, e agora????

    Ou os edis daqui acham que ainda precisamos de serem mais envergonhados como cidadãos campistas por essa “FAMIGLIA-PREFEITOS” ????????

  7. Já não está na hora dele trocar de nome de novo? Agora para Mentirosinho.

  8. Cara Odisseia, como a senhora deseja ter a mesma quantidade de motoristas que ambulancias, se sequer conhece a escala de trabalho daqules.Esta matematica partidaria é que enfraquece e vem enfraquecendo o parlamento campista. a senhora como defensora do proletariado, deveria entender um pouco de legislacao trabalhista e saber que e humanamente impossivel se ter um ou dois motoristas por ambulancia. Porem, nesta politica provinciana, duvido, se fosse ao contrario, reclamariam que tem ambulancia, mas nao tem mao de obra.

  9. JOSÉ GERALDO, nós não temos vereadores aqui na nossa câmara. Temos é defensores da prefeita. Eles não sabem a função deles, esquecem que estão lá para defender os seus eleitores,e agem como advogados da prefeitura, sempre achando alguma justificativa para o que tiver errado, defendendo com unhas e dentes a prefeita e o seu secretariado.

  10. Fico extasiado com comentários de pessoas que não tem a mínima capacidade de raciocinar ou querem aparecer. Impossivel seria cancelar imediatamente um contrato sem julgamento de mérito, a empresa GAP está cheia de denuncias, creio que na maioria sao fato, mas da noite para o dia prescindir de oitenta ambulâncias, seria decretar o caos no atendimento na saúde de urgência. isto so’ um tolo não e’ capaz de enxergar.
    Rescindir um contrato tem que ser de forma legal, mesmo que a dita empresa, até que se prove na justiça, dê subsidio para a dita rescisão, concordo que deva ser providenciado urgentemente uma outra para assumir o lugar da mesma quando for finalizado o processo ou que a justiça garanta que a Prefeitura esteja resguardada por Lei para fazê-lo.
    Odisséia precisa voltar para escola e aprender a fazer contas, cada trabalhador por lei, cumpre 8 horas de trabalho descontado o tempo para almoço, a não ser que ela queira este emprego e trabalhe 24 horas diárias sem descanso, e muito menos a folga de direito, então 80 motoristas só se ela convocasse…
    A justiça tem que punir todos os envolvidos, agora, não podemos ser levianos para com a nossa cidade, vejo que muitos gostariam de estar no governo desta cidade, como não podem, ficam falando tantas baboseiras. Com isso, mostram que realmentes são incompetentes até mesmo para criticar.
    Doa a quem doer tudo tem que ser apurado, so’ não concordo que por trás, estejam oportunistas de plantão querendo aparecer e sonhando com a velha curriola que abria as porteiras para que quadrilhas sangrassem os cofres da Prefeitura.
    Acho que a Oposição precisa sair às ruas, acho que a situação precisa sair às ruas, e’ muito mole ser vereador em Campos, chega de ficar batendo boca culpando o dito rolo compressor, quando há competência o servico aparece, chega de nhemnhemnhem e trabalhem, vereador tinha que receber por produtividade, e’ muito fácil ir na boca do caixa para receber salários sem falar nas gratificações e depois culpar o governo porque não trabalham… Quatro anos passam rápido e o povo já não sofre mais de amnésia.

Deixe uma resposta

Fechar Menu