Opiniões

Cultura de Campos — O Império contra-ataca?

ROSINHA COBRA DEFESA DA SUA “POLÍTICA CULTURAL”

Por Ricardo André Vasconcelos, em 30-07-13 – 20h43

A prefeita Rosinha tem que se queixado de alguns de seus auxiliares na área cultural, especialmente seus colegas da velha guarda do teatro nos anos 80, pela falta de demonstração pública de solidariedade à presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Patrícia Cordeiro.

A prefeita entende que quando a principal dirigente da Cultura no município tem sua atuação questionada, é o governo que está sendo criticado e gostaria de ver os muitos artistas que acolheu em na administração defender o que chama de sua “política cultural”.

Quer que seja lembrado que ela reabriu o Museu de Campos, fez o sambódromo, está resgatando o Centro Histórico da cidade, vai recuperar o Palácio da Cultura e o Teatro de Bolso…

Rosinha lamentou, nem tão baixo que ninguém ouvisse e nem tão alto que parecesse uma ordem, que gostaria que as mesuras não ficassem apenas entre quatro paredes. Quer defesas públicas e veementes.

Tem gente se fazendo de morta, sem trabalhar por conta da gripe e até a dengue reapareceu no cardápio de desculpas esfarrapadas. Um dos que ouviram a reclamação da prefeita jura que a situação não vai ficar assim.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 9 comentários

  1. A culpa é toda sua prefeita que escolheu seu staff baseado em puxa saquismo, bajuladores de plantão, gente sem competência técnica em todas as áreas da prefeitura, gente que gosta de boquinha, que ganha sem fazer nada. A prefeitura está entregue a um monte de incompetentes, a secretaria de cultura e suas fundações são órgão inoperantes e que nada agregam para o cidadão nível médio e quando tentam fazer algo, acontece como nos shows do Trianon, ingressos separados para os integrantes da Camorra.
    Se eu pudesse definir em apenas uma palavra toda a PMCG a palavra seria IMCOMPETÊNCIA!!!!

  2. Pelo que entendi da matéria…Rosinha está cobrando favores? A situação está tão preta que resolveu escancarar que seus cabides tem que sair do armário.

  3. “Amigos da velha guarda dos anos 80”. Quem são esses caras? Coitadinhos, Prefeita, levaram tanto tempo para estar nessa boquinha. Obriga-los a defender coisas errada, é sacanagem… Tem mais secretarias cheia de AMIGOS e PARENTES, com o mesmo perfil dos amigos da cultura. Abra os olhos PREFEITA… Porque os olhos deles estão bem abertos, SÓ para os DAS.

  4. Prefeita, vc quer que os músicos defaendam a Patricia Cordeiro, vc esta brincando?Patricia nao atende pedido de ninguem, muito menos dos musicos, sou musico, nao dependo da prefeitura, em Campos eu Nao trabalho, a nao ser em barzinho, pq essa Patricia só tem olhos pra bandas montadas por Angeli Guerra, Sabor de Beijo,o próprio marido Lucas ” Cebola” que usa nome de outras bandas pra se passar por banda a massa, por favor né prefeita, hj a musica é o ultimo segmento, a cultura nao realiza mais nada, o Orávio coitado, não manda nem na (trecho excluído pela moderação), quem é Patricia para representar a Cultura de campos?
    Estou enojado de Campos, por isso que trabalho sem depender de Campos,é isso que deveriam fazer os musicos de verdade.

  5. O silêncio dos bons…?

  6. com o cachê de Michel Teló, daria para fazer 10 festivais de música para fomentar a produção musical da cidade, 10 festivais de teatro para fomentar a produção teatral na cidade, e realizar pelo menos uma 10 edições decentes do FestCampos de Poesia Falada.
    Quem se arrisca a defender Patrícia Cordeiro?

  7. ORA VI O JOÃO LE NA matéria da Prefeita, que é preciso se mexer para justificar seus salários. A velha guarda do teatro, não precisa defender Patrícia ou quem quer que seja, basta produzir cultura pública de qualidade, elaborar projetos que beneficiem os produtores culturais de Campos. Investir no artista da região, trazendo de volta o circuito de oficinas no teatro de bolso, ou em outro local. convidar grandes nomes do teatro do Rio de Janeiro e de Campos para ministrar as oficinas. Voltar com os festivais(teatro, música, poesia, dança)e dar reais condições para que os produtores de Campos se apresentem. Criar projetos para as casas de cultura dos distritos que beneficiem crianças, jovens e adultos. É preciso falar a linguagem dos artistas, e isso está cada vez mais difícil para vocês.

  8. Defender como? Isto não cabe a terceiros. A própria presidente é que não tem competência nem formação, Como se explica sua atitude, e como se não bastasse a responsável artística pelo Trianon copiando a atitude da presidente. fotografando os eventos – o que não é apropriado pelas chamadas do próprio – para postarem no face book. Ensina como? Defende como? Isto nada mais é que falta de preparo traquejo, disciplina e tudo mais. Resumindo TOTAL incompetência,

  9. A realidade é que me desencantei com a prefeita. Tinha uma grande admiração por ela, mas diante das coisas que vem acontecendo, em que este grupo que se diz “amigas” estão a conduzindo para um caminho totalmente equivocado. “Amigas” que mantem equipe totalmente despreparadas, mas que sabem bajular como ninguém, e ainda colocam a presidente da fundação como “fiel escudeira” do casal, é pra rir. Fiel escudeira ou Fiel oportunista ?. Diga pra esta, que se diz amiga da prefeita que quem ama CUIDA. O que não consigo entender como uma gestora que já foi governadora não consegue separar – amizade e competência, capacidade de administrar – se o requisito para assumir uma pasta no governo fosse amizade, todos os cargos seriam preenchidos por famíliares.

Deixe uma resposta para Ricardo Cancelar resposta

Fechar Menu