Opiniões

Na terra de abelhas e marimbondos, Ranulfo nega ser presente de grego

Ranulfo Vidigal: “Não existe essa história de cavalo de Tróia”

Por Alexandre Bastos, em 05-08-2013 – 2h03

O ex-prefeito e atual secretário de Fazenda de São João da Barra, Ranulfo Vidigal, afirmou no programa de rádio “São João da Barra no ar”, no último sábado (03), que não existe a possibilidade do seu ingresso na Prefeitura de SJB ser uma forma de cooptar o atual prefeito para o grupo político do deputado federal Anthony Garotinho (PR). “Não vim inventar a roda. Ela já existe e está funcionando. Eu não vim aqui para fazer um cavalo de tróia, para levar o Neco para lá ou para cá”, afirmou.

De acordo com Ranulfo, tudo na vida passa. “Torço pelo sucesso do governo Rosinha. Porém, agora faço parte da Prefeitura de São João da Barra e estou ao lado do prefeito Neco e da ex-prefeita Carla Machado”, afirma o secretário.

Cavalo de Tróia — O Cavalo de Tróia foi um grande cavalo de madeira usado pelos gregos durante a Guerra de Tróia como um estratégia decisiva para a conquista da cidade fortificada de Tróia. Tomado pelos troianos como um símbolo de sua vitória, o cavalo foi carregado para dentro das muralhas, sem saberem que em seu interior se ocultava o inimigo. À noite, guerreiros saem do cavalo, dominam as sentinelas e possibilitam a entrada do exército grego.

Fonte: SJB Online

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 3 comentários

  1. Entre gregos e sanjuanos salvam-se todos.

  2. Vamos ver!Primeiro round

  3. Considerando a idade do “Cavalo de Tróia”, construído em madeira, já foi devorado pelos cupins, o que significa que o que tiver de acontecer, não haverá como esconder.

Deixe uma resposta

Fechar Menu