Opiniões

Primeira zebra da Copa: Costa Rica derrota Uruguai e lidera Grupo da Morte

zebraNa primeira grande zebra da Copa, a Costa Rica venceu agora há pouco o Uruguai, numa surpreendente virada de 3 a 1, no Castelão de Fortaleza. Quer surpresa maior? Até o apito final do clássico europeu Inglaterra x Itália, que começa daqui a pouco sob o calor úmido de Manaus, a Costa Rica, quem diria, ocupa a  liderança do Grupo D, também chamado de “Grupo da Morte”, com três ex-campeões mundias entre os quatro que disputam duas vagas às oitavas de final.

Se tivesse que apostar sobre o resultado do próximo jogo da Copa, empilharia minhas fichas na juventude da seleção inglesa, equilibrada pelos veteranos Gerrard e Wayne Rooney. Mas a categoria do maestro italiano Pirlo, mesmo aos 35 anos, nunca pode ser subestimada. Quanto ao seu voluntarioso companheiro de time Mario Balotelli? Bem, só vendo…

 

Atualização às 20h58: Apesar da boa apresentação da garotada inglesa, sobretudo Sterling (19 anos), Welbeck (23 anos) e Sturridge (24 anos), que marcou o gol da sua seleção,  a vitória por 2 a 1 foi da Itália. Balotelli não recebeu muitas bolas, mas o suficiente para quase marcar um golaço numa delas, em arremate por cobertura e quase sem ângulo, no final do primeiro tempo. Mas na segunda etapa, o atacante usaria a cabeça para achar o caminno das redes e dar números finais à partida.

Todavia, foi no lance do gol italiano que abriu o placar, num preciso chute fora da área de Marchisio, que se desvelou a jogada mais cerebral da partida. Como só podem fazer os gênios da bola, Pirlo não precisou tocar nela, deixando-a passar calmamente por entre as pernas, no corta luz que enganou toda a defesa inglesa e abriu o espaço para Marchisio enfiar o pé. No finalzinho do jogo, no estilo que ele disse ter “herdado” do nosso Juninho Pernambucano, mas levou a um patamar superior, Pirlo ainda cobrou uma falta, num chute cheio de efeito que explodiu no travessão inglês.

Aos 35 anos, em sua quarta Copa do Mundo, o craque italiano já declarou que está disputando no Brasil a sua última. Embora ainda não se saiba como esta vai terminar, já se pode prever como será a próxima: mais pobre, sem a elegância de Pirlo.

 

Em 11 de junho, véspera da abertura da Copa, Pirlo recebeu na concentração italiana, em Mangaratiba (RJ), o jogador que sem seu livro disse ter lhe inspirado na cobrança de faltas: Juninho Pernambucano
Em 11 de junho, véspera da abertura da Copa, Pirlo recebeu na concentração italiana, em Mangaratiba (RJ), o jogador que sem seu livro disse ter lhe inspirado na cobrança de faltas: Juninho Pernambucano

 

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu