Adeus aos poetas

Alfredo Di Stéfano (04/07/1926 - 04/07/2014)
Alfredo Di Stéfano (04/07/1926 – 04/07/2014)

 

 

Esse punhado de ossos

(Ivan Junqueira)

 

Esse punhado de ossos que, na areia,

alveja e estala à luz do sol a pino

moveu-se outrora, esguio e bailarino,

como se move o sangue numa veia.

Moveu-se em vão, talvez, porque o destino

lhe foi hostil e, astuto, em sua teia

bebeu-lhe o vinho e devorou-lhe à ceia

o que havia de raro e de mais fino.

Foram damas tais ossos, foram reis,

e príncipes e bispos e donzelas,

mas de todos a morte apenas fez

a tábua rasa do asco e das mazelas.

E ai, na areia anônima, eles moram.

Ninguém os escuta. Os ossos choram.

 

 

Ivan Junqueira (03/11/1934 - 03/07/2014)
Ivan Junqueira (03/11/1934 – 03/07/2014)

 

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe um comentário