Opiniões

Bola do Petrolão tocada na ponta ao Arnaldo Neto

pausa

 

 

Quase sempre à frente da cobertura do Petrolão na blogosfera goitacá, este “Opiniões” fará de agora até amanhã uma pequena pausa. Qualquer novidade sobre o caso, incluindo os depoimentos do deputado federal Eduardo Campos (PMDB) e do ex-presidente da Petrobras Sergio Gabrielli, hoje, na CPI da Petrobras, e a manifestação do Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre o pedido de abertura de inquérito feito pela Procuradoria Geral da República (PGR) para investigar o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e seu antecessor, Sérgio Cabral (PMDB), você poderá acompanhar no Blog do Arnaldo Neto.

Inté!!!…

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem um comentário

  1. Dilma e Toffoli: Não foi uma reunião sobre receita de bolo
    O editor do site de VEJA, Silvio Navarro, e o colunista Augusto Nunes comentam o encontro fora da agenda oficial entre Dilma e Dias Toffoli. A reunião aconteceu menos de 24 horas depois de Toffoli integrar a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal, que julgará o petrolão

    ALTO ESCALÃO DO GOVERNO PETISTA AFIRMA A REPÓRTER E ÂNCORA DE VEJA JOICE HASSELMANN QUE SE AS MANIFESTAÇÕES CONTRA DILMA CONTINUAREM VAI SOLTAR O EXÉRCITO TERRORISTA DE STÉDILE NAS RUAS.

    Atenção aos 8:24 quando Joice revela que se houver impeachment nós vamos convocar os movimentos sociais para ir para as rua aí ela disse, mas isso é golpe, é tentar estimular uma guerra civil, o petista de alto escalão respondeu: é exatamente isso, é exatamente o que a gente vai fazer, olha o clima de tensão no palácio do planalto, a ameaça já não sendo feita de forma velada, quer dizer esse ministro não falou, não diga isso, isso é só um off para você consumo interno não, Joice responde que essa informação é grave, vou usar esta informação e essa ameaça tem sido feita pelos raivosos do PT, quer dizer uma incitação a guerra civil mesmo.

    Aos 14:30 Augusto Nunes diz: essa conversa de movimento social, vamos colocar os militantes movimentos sociais, coisa nenhuma, o que eles podem provocar é uma intervenção do exército para defender a ordem. Silvio Navarro chamou de milícia paramilitar como na Venezuela, Augusto Nunes completou que o Brasil ainda não é uma Venezuela embora tenha alguns pontos de contato como vimos e veremos nesta conversa. Cabe ao exército o monopólio da força, é o exército que tem os poderes militares mais ninguém o resto é caso de polícia, Stedele, CUT, eles não mobilizam ninguém se não usar aquele kit de mortadela, cédula de R$ 20,00 e tubaína e uma dupla sertaneja.

    http://veja.abril.com.br/multimidia/video/dilma-e-toffoli-nao-foi-uma-reuniao-sobre-receita-de-bolo

Deixe uma resposta

Fechar Menu